Zuma convidado para a cerimônia de posse do novo Presidente de S. Tomé e Príncipe

0
48
Zuma convidado para a cerimônia de posse do novo Presidente de S. Tomé e Príncipe

Zuma convidado para a cerimônia de posse do novo Presidente de S. Tomé e PríncipeTodos os Chefes de Estado da CPLP e da Comunidade Económica dos Estados da África Central foram convidados para a posse do presiden-te eleito de São Tomé e Príncipe, disse o ministro são-tomense dos Negócios Estrangeiros e Comunidades.

 O ainda Presidente da República de São Tomé e Príncipe, Fradique de Menezes, “convidou para a cerimónia todos os Chefes de Estado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC)”, entre outras individualidades, afirmou à Lusa Manuel Salvador dos Ramos.

 Da CEEAC fazem parte o Burundi, Camarões, República Centro-Africana, Chade, Congo, Guiné Equatorial, Gabão, Ruanda, São Tomé e Príncipe, República Democrática do Congo e Angola.

 A Angola deslocou-se a semana passada o presidente eleito de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa, que declarou à chegada aquele país, que a sua visita tinha como um dos objectivos dirigir um convite ao presidente angolano, José Eduardo dos Santos, para estar presente na cerimónia da sua tomada de posse.
 O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, é outro dos Chefes de Estado que faz parte da lista de convidados e já terá confirmado a sua presença, segundo fonte da Presidência da República de São Tomé.

“O presidente sul-africano já confirmou a sua presença, esperemos que até 03 de setembro não haja alterações”, adiantou a fonte.
De acordo com a mesma fonte, são pelo menos 20 os Chefes de Estado e de governo que foram convidados para a cerimónia de tomada de posse do presidente eleito, Manuel Pinto da Costa, marcada para 03 de setembro próximo.
O secretário executivo da Comissão do Golfo da Guiné, Miguel Trovoada, ex-presidente de São Tomé e Príncipe, também faz parte da lista de convidados.

A nível interno, a Assembleia Nacional convidou cerca de 900 pessoas para a cerimónia, que irá decorrer no Palácio dos Congressos, na capital são-tomense, entre eles os representantes dos diversos partidos políticos.
A Acção Democrática Independente (ADI) terá, de acordo com os convites feitos, 80 representantes na cerimónia, o Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe (MLSTP-PSD) 60, o Partido da Convergência Democrática (PCD) 40 e o Movimento Democrático Forças da Mudança (MDFM) 20.
“A organização da cerimónia de tomada de posse é da responsabilidade da Assembleia Nacional, com a participação da Presidência da República e do Governo”, explicou o Ministro dos Negócios Estrangeiros.

Manuel Pinto da Costa venceu no dia 07 deste mês a segunda volta das eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe com 52,88 por cento dos votos contra 47,12 por cento do seu adversário Evaristo de Carvalho.
Evaristo Carvalho já retomou as suas funções de presidente da Assembleia Nacional (parlamento são-tomense), sendo, assim, da sua responsabilidade boa parte da organização da cerimónia de tomada de posse de Pinto da Costa.