Vitória de Guimarães “demolidor” goleia frágil Rijeka

0
124
Vitória de Guimarães

O Vitória de Guimarães goleou os croatas do Rijeka por 4-0, resultado que espelha uma excelente exibição dos minhotos e os coloca na liderança do Grupo I da Liga Eu-ropa de futebol.

 Com estes três pontos, o Vitória entra da melhor forma na competição e passa desde já a liderar o Grupo I, aproveitando o empate entre Betis e o Lyon (0-0).

 O primeiro golo foi marcado por Abdoulaye, aos 36 minutos, na sequência de um canto, tendo o central emprestado pelo FC Porto sido mais lesto do que a defesa croata, guarda-redes incluído, e empurrado para o fundo das redes.

 No início da segunda parte, na conclusão de uma grande jogada de contra-ataque que começou em Malonga e passou por Maazou, Nii Plange fez o segundo golo, que "ma-tou" praticamente o jogo.

 Aos 68 minutos, Maazou dilatou o marcador, na conversão de uma grande penalidade, e aos 81 André sentenciou o marcador.

 A equipa orientada por Rui Vitória fez uma excelente exibição e podia ter até conseguido um resultado mais dilatado, perante um Rijeka muito macio e que foi completamente ofuscado pelo brilho da exibição vitoriana.

 Os reforços do fim do mercado são-no efectivamente.

 Quatro deles foram titulares, casos de Abdoulaye, André Santos, Nii Plange e Malonga, e dois dos golos pertencem-lhes, mas mais do que isso eles trouxeram experiência, velocidade e atributos técnicos que a equipa não tinha.

 O treinador adversário prometeu na véspera lutar pela vitória, mas uma coisa é que-rer, outra é poder. À excepção do primeiro lance de perigo da partida – Paulo Oliveira evitou o golo de Leon Benko aos nove minutos -, a equipa croata revelou estar uns bons furos abaixo do Vitória.

 A equipa da casa respondeu à ameaça e por pouco Moreno não marcou (13), obri-gando Vargic a uma boa defesa. Com o Vitória já completamente por cima do jogo, Nii Plange fez tudo bem pela esquerda e rematou cruzado, mas o guardião voltou a opor-se bem.

 Aos 35, Maazou ultrapassou o guarda-redes, mas depois rematou contra um defesa que estava quase em cima da linha de golo.

 Na sequência do canto, porém, Abdoulaye marcou mesmo, aproveitando nova hesitação fatal do guarda-redes e da defesa.

 Logo no início da segunda parte, Malonga "descobriu" na direita Maazou que centrou para o coração da área onde surgiu Nii Plange a fazer o segundo.

 O Rijeka "entregou-se" e os vimaranenses "engordaram" a conta: aos 68 minutos, Maazou converteu uma grande penalidade que puniu uma falta de Maric sobre André, e aos 81 o médio, que realizou uma grande exibição, fez a recarga com êxito após uma defesa de Vargic a remate de Moreno.