Vieira diz que este será último mandato como presidente do Benfica se for eleito

0
95

 O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, afirmou que fará o seu último mandato à frente do clube ‘encarnado’, caso vença o acto eleitoral previsto para o final do presente mês de Outubro.

  “Tenho 71 anos, tenho a quarta classe, não falo inglês. Estou aqui para anunciar que me recandidato à presidência do Benfica e também para dizer que este será o meu último mandato”, afirmou Luís Filipe Vieira, durante a cerimónia de apresentação da sua candidatura à presidência do Benfica, que decorreu numa unidade hoteleira de Lisboa.

  As eleições do Benfica ainda não têm data marcada, mas deverão acontecer “entre 24 e 31 de Outubro”, de acordo com os estatutos do clube.

  Além do actual presidente ‘encarnado’ e do já anunciado candidato João Noronha Lopes, também Bruno Costa Carvalho e Rui Gomes da Silva já manifestaram a intenção de se candidatarem.

* João Noronha Lopes recusou  convite de Vieira para ser ‘vice’

  O anunciado candidato à liderança do Benfica João Noronha Lopes disse ter recusado um convite de Luís Filipe Vieira, actual presidente e também candidato, para ser vice-presidente do clube pela sua lista.

  Referindo-se a um “almoço com Luís Filipe Vieira antes de anunciada” a candidatura, Noronha Lopes confirmou esta abordagem, “para ser vice-presidente da sua Direcção”, primeiro por telefone e depois num encontro “olhos nos olhos”.

  “Tive a oportunidade de dizer a Luís Filipe Vieira porque nunca o apoiaria e porque nunca faria parte da sua lista. As razões que levaram à recusa são as mesmas que levaram a candidatar-me: chegámos ao fim de um ciclo e precisamos de virar a página”, atirou o candidato, num vídeo publicado na rede social Twitter.

  Segundo o empresário, este convite terá sido feito “talvez esperando que a estratégia que re-sultou no passado para anular alguns opositores” resultasse também com ele, mas “não resulta”.

  “Estou nestas eleições para ganhar, para lutar pelos superiores interesses do clube. Desafio o candidato Luís Filipe Vieira: não se esconda, venha debater com todos os candidatos, não por respeito a eles, mas por respeito aos sócios”, declarou.

* AG da SAD do Benfica aprova resultado positivo de 41,7 milhões de euros

  A Assembleia-Geral da SAD do Benfica aprovou o Relatório e Contas do exercício 2019/20, que apresentou um resultado positivo de 41,7 milhões de euros.

  “Este resultado fica próximo do melhor de sempre da Sociedade, correspondendo a uma melhoria de 48,7% face ao período homólogo e tratando-se do sétimo exercício consecutivo em que a Benfica SAD termina o ano com lucro”, indicou o Benfica no seu sítio na internet.

  As contas referem-se ao período compreendido entre 1 de Julho de 2019 e 30 de Junho de 2020, no qual foi apurado, em base individual, “um resultado líquido positivo de 41.705.364 euros”.

  “Tivemos o segundo melhor resultado de sempre com 41,7 milhões de euros. Tivemos uma redução do passivo e ainda um ligeiro crescimento do ativo. Temos hoje capitais próprios acima de 160 milhões de euros. Do ponto de vista estritamente económico-financeiro, foi um ano de grande sucesso”, analisou Domingos Soares de Oliveira, CEO do Benfica, em declarações à BTV.

  De igual modo, foi aprovada a proposta de aplicação de resultados, com transferência do montante de 2.085.268 euros (correspondente a 5% dos lucros apurados neste exercício) para refor-ço da reserva legal e uma transferência de 39.620.096 euros para resultados acumulados.

  Na AG foi também aprovado um voto de confiança ao Conselho de Administração e ao Conselho Fiscal, bem como aos respectivos membros e ainda ao Revisor Oficial de Contas, pelo exercício dos seus cargos durante o período compreendido entre 1 de Julho de 2019 e 30 de Junho de 2020.

  “Foi uma Assembleia muito interessante. Temos hoje uma realidade positiva praticamente em todos os níveis do ponto de vista de resultados. Foi a melhor de sempre da SAD em termos de receitas, quase 300 milhões de euros (294 milhões de euros)”, completou Domingos Soares Oliveira.