Venezuela impõe obrigação de vistos para norte-americanos

0
29
Venezuela impõe obrigação de vistos para norte-americanos

O governador do Estado venezuelano de Vargas, o luso-venezuelano, Jorge Luís Garcia Carneiro, considerou "justa" a decisão do Presidente Nicolás Maduro de impor visto obrigatório para a entrada de cidadãos norte-americanos na Venezuela.

 "Se falamos de justiça é uma das justiças que era justo no-mear. Assim como nos exigem (aos venezuelanos) um visto para viajar aos Estados Unidos e há que pagar dinheiro para poder ir a uma entrevista (na Embaixada americana), é muito lógico que, como contraparte, nós exijamos o mesmo", disse.

 As declarações do luso-venezuelano tiveram lugar hoje, no Estado de Vargas, durante o ato "Consciência da Lealdade" a propósito do 2.º aniversário do falecimento do líder socialista e ex-Presidente da Venezuela, Hugo Chávez (28 de Julho de 1954 / 5 de Março de 2013).

 "Não estamos violentando o direito de ninguém, estamos exigindo o que é justo, o que a lei estabelece", disse aos jornalistas.

 A 28 de Fevereiro último o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que os cidadãos norte-americanos só poderão entrar no país com um visto e ordenou a redução do pessoal diplomático dos EUA em Caracas.

 "Para proteger o nosso país (…) foi decidido criar um sistema de vistos obrigatórios para todos os cidadãos dos Estados Unidos que entrem na Venezuela", declarou Maduro, num discurso público perante apoiantes.

 Maduro disse ainda que os norte-americanos acusados de "terrorismo" – o antigo presidente George W. Bush, o antigo vice-presidente Dick Cheney e dois republicanos, membros do Congresso dos Estados Unidos, Bob Melendes e Marco Rubio – seriam proibidos de entrar na Venezuela.

 O Presidente venezuelano explicou que tomou esta medida após a detenção, no oeste do país, de um piloto norte-americano de origem latino-americana, suspeito de espionagem.

 Entretanto a Embaixada da Venezuela nos Estados Unidos publicou, na Internet, um formulário e os requisitos a cumprir pelos cidadãos norte-americanos que desejem obter visto de turista para entrar na Venezuela.

 A medida abrange ainda os jornalistas para fazer a cobertura de eventos especiais e o visto tem um custo de 30 dólares e validade de 90 dias, estando os consulados vene-zuelanos facultados para "solicitar os antecedentes penais" dos solicitantes.