Vencedor do Prémio Castro Alves busca natureza humana em Fernando Pessoa

0
103
Vencedor do Prémio Castro Alves busca natureza humana em Fernando Pessoa
O advogado José Paulo Cavalcanti Filho, vencedor do Prémio Dário Castro Alves, declarou que a busca da verdade sobre a natureza humana levou-o a escrever sobre Fernando Pessoa e também a participar na Comissão da Verdade no Brasil.

 “No fundo, a mesma procura da natureza humana que me levou a escrever sobre (Fernando) Pessoa é o que me apaixona nesta Comissão da Verdade. Os ambientes são diversos, mas a essência permanece”, disse o escritor à agência Lusa.
 José Paulo Cavalcanti Filho recebeu em Lisboa o “Prémio Dário Moreira de Castro Alves”, atribuído pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira (CCILB).
 Em 2012, o advogado e escritor brasileiro recebeu o “Prémio Brasília de Literatura”, da Bienal do Livro e da Literatura de Brasília, e também o galardão “José Ermírio de Moraes”, Livro do ano, concedido pela Academia Brasileira de Letras (ABL), pelo livro “Fernando Pessoa, uma quase autobiografia”.
 “(A busca da verdade sobre a natureza humana) é a coisa que mais me animou a escrever sobre Pessoa. A obra de Pessoa é uma espécie de testamento, está tudo ali”, declarou o autor.
  Cavalcanti Filho é também um dos membros da Comissão da Verdade, que foi instituída pelo Governo brasileiro para investigar os crimes do período da ditadura militar (1964-1985) e os seus desaparecidos políticos.
 “Eu acho que o Pessoa gostaria de fazer parte da Comissão, porque você percebe a explosão da natureza humana na sua diversidade e na sua contradição”, sublinhou.
 O escritor explicou que, por exemplo, as próprias famílias dos desaparecidos políticos no Brasil reagem de formas diversas à acção da Comissão, demonstrando determinação ou indiferença em saber o paradeiro do seu fami-liar.
   O prémio “Dário Moreira de Castro Alves” foi instituído em 2004 e os homenageados têm em comum o facto de prestigiarem a cultura e a presença da comunidade brasileira em Portugal. Entre os premiados destacam-se a jornalista Paula Ribeiro (2004), o treinador de futebol Luís Felipe Scolari (2005) e o antigo presidente português Mário Soares (2006).
 Dário Moreira Castro Alves foi um escritor, jornalista e diplomata brasileiro (falecido em 2010) que, entre 1979 a 1983, exerceu as funções de embaixador do Brasil em Lisboa.