Treinador do Sporting foi despedido

0
59
Treinador do Sporting foi despedido

Treinador do Sporting foi despedidoSporting e o treinador Paulo Sérgio chegaram a acordo e rescindiram o contrato que ligava as partes até 2012. Foi, enfim, o epílogo de um processo negocial que começou imediatamente após o jogo com o Glasgow Rangers, momento em que a administração da SAD encarou de forma mais séria a possibilidade de prescindir dos serviços do técnico.

  Tratou-se de uma decisão muito ponderada, até porque as qualidades do técnico eram apreciadas em Alvalade. Mas aqui, tal como em outras tantas situações do género, os resultados acabaram por falar mais alto, e esses eram francamente desmotivadores.

  Nesse sentido, as negociações para colocar um ponto final na ligação entre as partes começaram quase de imediato, havendo, porém, a enorme preocupação de não beliscar a imagem do treinador – no fundo, apesar das responsabilidades do técnico, que, de resto, o próprio Paulo Sérgio reconheceu e assumiu, mais do que uma vez, em conferências de imprensa, os mais altos responsáveis leoninos tiveram sempre a noção exacta de que as condições proporcionadas não foram as ideias logo no início da temporada, com várias contratações falhadas, tendo a situação piorado, e de que maneira, após a venda de Liedson ao Corinthians.

  Paulo Sérgio, por seu turno, ciente do caminho que as coisas estavam a levar, revelou sempre abertura para conversar, ainda que, como também sempre disse, tivesse sido sua intenção salvaguardar parte dos seus direitos e receber uma indemnização – os valores acertados rondam os 600 mil euros. Os leões fizeram uma proposta, o técnico apresentou as suas condições e então as partes chegaram finalmente a um acordo, que foi imediatamente comunicado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e, depois, à Comunicação Social.