Tomou posse nova Direcção da Academia do Bacalhau de Rustenburg liderada por Pedro Chadinha

0
47
Academia do Bacalhau

Academia do BacalhauSociedade Portuguesa de Beneficência recebeu donativo de 10.000 randes. A nova Direcção da Academia do Bacalhau de Rustenburg tomou posse durante um convívio que reuniu cerca de 80 pessoas no complexo turístico “Port du Call” nos arredores daquela cidade da província do Noroeste.

Para assistir à posse deslocaram-se de Joanesburgo 13 compadres, liderados pelo presidente Rudy Gallego, que se fez acompanhar de Adriano Leão, presidente honorário da Academia-Mãe, e de outros dirigentes da tertúlia de Joanesburgo. O presidente cessante, José Manuel Gonçalves, abriu o convívio ao som do badalo, tendo depois sido empossada a nova Direcção liderada por Pedro Chadinha.

O novo elenco dirigente inclui também os vice-presidentes Pedro Freitas e José Manuel Gonçalves; secretário Johnny Fernandes; tesoureiro Manuel Vasconcelos; vice-secretário Chris Niemand; vicetesoureiro Manuel Mota; relações públicas – José Salvador Rodrigues; desporto Paulo Gouveia e Manuel Pedro; porta-voz Luís de Sousa e Joe Rodrigues Convidado a usar da palavra, o comendador Bernardino Faria, presidente da Sociedade Portuguesa de Beneficência, disse: “É para mim e para a Direcçãoa que eu presido, uma honra e privilégio estar aqui convosco, neste grande almoço, na nomeação e tomada de posse da nova Presidência da Academia do Bacalhau de Rustenburg.

Esta Academia do Bacalhau de Rustenburg até Outubro de 2008 já entregou à Sociedade Portuguesa de Beneficência R326.500. Além desta verba, tem oferecido outros donativos, incluindo computadores, etc. Acabo de receber das mãos do compadre Presidente Pedro Chadinha um cheque no valor de R10.000 que dá um montante, até esta data um total de R336.500.

 

Recebi também um cheque no valor de R25.000 do Presidente da Direcção cessante, compadre José Manuel Gonçalves para membro do 2.º Quadro de Honra. Não posso esquecer o nosso grande benemérito, sr. José Salvador Rodrigues, quando em Junho de 2001, se aproximou de mim, dizendo-me que queria fazer um dia de golfe para a SPB da África do Sul, com a colaboração de todos os membros da Direcção desta ilustre Academia do Bacalhau de Rustenburg, das comadres, dos compadres e todos os nossos compatriotas lusos, desta linda terra, que se chama Rustenburg. Ficarão gravadas no meu coração e serão inesquecíveis, como também ficarão gravadas nos anais da SPB  a África do Sul. Uma salva de palmas para todos estes grandes compatriotas!

” Prosseguindo a sua intervenção, o comendador Bernardino Faria sublinhou que “nós somos descendentes daqueles grandes ilustres descobridores, que navegaram naquelas caravelas, que sulcaram mares, nunca dantes navegados, as velas enfunadas, sempre com a Cruz vermelha, sinal da Cruz de Cristo, sinal de fé, sinal de sacrifício, sinal de sempre mais, mais, sinal de um povo que nunca perdeu o rumo do seu destino.

Caros amigos, no dia 26 de Abril de 2009, o Santo Papa canonizou o nosso grande Santo Condestável, Nuno Álvares Pereira, grande comandante do Exército Português, chamado “Ala dos Namorados”. Cerca de 6.000 tropas jovens, contra um exército de mais de 40.000 tropas castelhanas. A batalha travou-se em 14 de Agosto de 1385 chamada batalha de Aljubarrota, em que os castelhanos foram derrotados.

A segunda derrota contra a Espanha deuse no Vaticano no dia 26 de Abril de 2009, em que o Santo Papa canonizou o nosso grande ilustre guerreir, benemérito que doou tudo o que tinha aos pobres. O nosso Santo Nuno Álvares Pereira, Santo Condestável e Infante da Família Real, é um exemplo para todos nós e para esta raça lusa de aquém e além mar”.