Taxa de desemprego na África do Sul sobe para 29% no segundo trimestre do ano

0
42

 A taxa de desemprego na África do Sul subiu para 29% durante o segundo trimestre de 2019, de acordo com dados divulgados pela entidade nacional de estatística sul-africana, Statistics South Africa (StatsSA).

 “As últimas estatísticas de desemprego são as mais elevadas desde 2008”, disse o director do StatsSA, Risenga Maluleke, citado pela agência noticiosa governamental sul-africana, na apresentação do relatório ‘Pesquisa Trimestral da Força Laboral (QLFS) – Q2; 2019’.

 De acordo com Maluleke, “a outra vez em que foi mais alto que isto – 29,3% – foi em Março de 2003”.

 O responsável governamental precisou que durante o segundo trimestre, o número de desempregados no país subiu 1,4 pontos percentuais, para 29%, comparativamente ao primeiro trimestre deste ano.

 “O número de pessoas desempregadas aumentou em 455 mil para 6,7 milhões no segundo trimestre de 2019, comparativamente ao aumento de 476 mil observado no primeiro trimestre de 2019”, disse a Statistics South Africa.

 A África do Sul tem uma população activa de 38,4 milhões de pessoas, entre 15 e 64 anos de idade, do quais 16,3 milhões encontram-se empregados. Há 6,7 milhões de desempregados, e 12,7 milhões de pessoas não são economicamente activas, explicou Maluleke.

 A população activa da África do Sul aumentou em 150.000 durante o período em análise, indicou.

 O emprego no sector formal e de agregados familiares dimi-nuiu em ambos 49.000, sendo que o sector informal e a agricultura, por outro lado, registaram aumentos de 114.000 e 5.000, respectivamente, adiantou.

 A entidade nacional de estatística sul-africana referiu ainda que no segundo trimestre deste ano “havia aproximadamente 10,3 milhões de jovens entre 15 e 24 anos” no país.

 “O número de jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos sem emprego, educação ou formação politécnica diminuiu 0,9 pontos percentuais, para 32,3% (3,3 milhões), comparativamente ao primeiro trimestre”, afirmou Maluleke.