TAP eleita Melhor Companhia de Aviação do Mundo

0
154
TAP

TAPA TAP foi escolhida como a melhor companhia de aviação do mundo pela revista Condé Nast Traveller. Os prémios Condé Nast, que abrangem "os melhores do mundo" em todos os sectores de actividade ligados ao turismo.

São atribuídos anualmente, distinguindo as seguintes categorias: Hotéis, Resorts, Spas, Países, Cidades, Ilhas, Automóveis, Companhias de Aviação, Cruzeiros, Comboios, Tecnologia, Moda e Beleza.
 Na edição de Dezembro de 2009, foi divulgado uma "gold list" com 350 candidatos, contendo  todas as categorias, sendo que a selecção contou com a participação dos leitores da revista, que manifesta-ram o seu voto até final de Fevereiro.

  A TAP, que já no último ano tinha integrado a "Gold List", concorreu com as seguintes companhias: Air France, American Airlines, British Airways, Cathay Pacific, Emirates, Iberia, Finnair, Lan Chile, Luf-thansa, Qatar Airways, SAS, Singapore, Thai e Vueling

* TAP com 70 voos semanais para o Brasil a partir de Julho

 A partir de Junho, a TAP vai repor a oferta de voos para o Brasil que suprimiu o ano passado devido à crise económica, recolocando as 67 frequências semanais que então operava, comunicou a companhia em conferência de imprensa durante a BNTM. Em Julho, o número irá aumentar para 70, com a abertura da rota para o aeroporto de Vira-copos (Campinas) já anunciada na BTL.

 Devido à conjuntura de crise económica vivida em 2009, a TAP optou por diminuir a oferta como forma de não baixar demasiado as tarifas. O Brasil foi um dos destinos afectados, com o corte de 11 frequências semanais nos vários destinos para onde a companhia opera naquele país.
 Agora, conforme foi anunciado na BNTM, feira de turismo que decorreu em Porto de Galinhas, a companhia de bandeira portuguesa prepara-se para, a partir de 10 de Junho, retomar a oferta que tinha no mercado, regressando aos 67 voos por semana, de Lisboa e do Porto, no conjunto dos destinos: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Salvador, Belo Horizonte, Natal, Fortaleza e Recife.

 Nas rotas do Brasil, anunciou também a companhia, o objectivo da TAP é crescer face a 2009. Para isso contribuirá a reposição dos voos suprimidos e também o início de uma nova rota, em Julho: Campinas, no estado de São Paulo, o que levará a companhia a operar 70 voos por semana para o Brasil.
 O aumento de frequências que agora acontecerá deve-se, sobretudo, explicou a companhia na conferência de imprensa durante a BNTM, ao grande crescimento no fluxo de brasileiros para a Europa.

 Para já a situação corre de feição, com um aumento de 25% no número de passageiros transportados nas rotas do Brasil durante o primeiro trimestre, totalizando 335 mil passageiros. No mesmo período, o load factor das rotas brasileiras subiu de 66% para 84%.
 Do total de passageiros transportados nestas rotas, a maioria são brasileiros (44%), seguindo-se os portugueses (27%) e europeus de várias nacionalidades, em que se destacam os escandinavos.

* Parpública defende aumento de capital da TAP com apoio da CGD

 A Parpública defende um aumento de capital na TAP com apoio da Caixa Geral de Depósitos (CGD), uma solução encontrada para contornar os limites de endividamento do Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC), noticia o Diário Económico .

 A Parpública defende um aumento de capital na TAP com apoio da Caixa Geral de Depósitos (CGD), uma solução encontrada para contornar os limites de endividamento do Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC), noticia o “Diário Económico”.

 Esta foi a solução apontada pela equipa de Plácido Pires – de saída para a REN – uma vez que a Parpública, detida a 100% pelo sector empresarial do Estado, não poderá endividar-se mais para financiar injecções de dinheiro nas empresas a vender pelo Estado. Além disso, Bruxelas não aceita ajudas financeiras estatais às companhias aéreas.