Sub-21 de Portugal vencem Azerbaijão com golos de Rafa e Cavaleiro

0
56
Sub-21 de Portugal vencem Azerbaijão com golos de Rafa e Cavaleiro

A Selecção portuguesa de futebol de Sub-21 prosseguiu  a sua invicta caminhada rumo ao “play-off” de acesso ao Europeu de 2015, com um triunfo frente ao Azerbaijão, por 2-0, em Baku.

 No primeiro jogo fora de casa, após os triunfos na recepção à Noruega (5-1) e Israel (3-0), Portugal foi vencer o Azerbaijão, actual segundo classificado à condição, e consolidou a posição de líder destacado do Grupo 8.

 Sem Bruma, chamado por Paulo Bento aos trabalhos da Selecção principal, o seleccionador Rui Jorge promoveu três alterações em relação à vitória de quinta-feira frente a Israel, fazendo entrar para o “onze” Raphael Guerreiro, Tiago Silva e Ricardo Pereira.

 Rafa Silva, aos 53 minutos, e Ivan Cavaleiro, aos 64, foram os autores dos golos da Selecção portuguesa, que foi sempre superior ao Azerbaijão e, já perto do final da partida, podia ter elevado a vantagem em dois lances de Be-tinho e um livre de Luís Gustavo.

 Portugal entrou bem, empurrou a selecção azeri para a sua linha defensiva, acção que, contudo, não rendeu ocasiões flagrantes de golo, mas, com o decorrer do jogo, foi perdendo o fulgor inicial, muito por culpa da teia montada pelo adversário.

 A primeira situação real de perigo junto da baliza do Azerbaijão nasceu na sequência de um ressalto de bola no relvado sintético do estádio Bayil, que quase surpreendeu o guarda-redes Popovich, com Ivan Cavaleiro por perto.

 A Selecção lusa, após um ligeiro adormecimento, voltou a criar perigo por Rafa, aos 23 minutos, correspondendo a uma solicitação de Sérgio Oliveira, mas a tentativa de chapéu na cara do guarda-redes Popovich saiu curto.

 Com o aproximar do final da primeira parte, a Selecção portuguesa voltou a “em-purrar” a bem fechada selecção do Azerbaijão para junto da sua área, criando oportunidades de golo por Paulo Oliveira, aos 40 e 42 minutos, e Tiago Ilori, aos 45.

 Portugal regressou do intervalo decidido a mudar o rumo aos acontecimentos e, depois de duas oportunidades protagonizadas por William Carvalho e Ivan Cavaleiro, aos 47 e 49 minutos, chegou ao golo por Rafa Silva, aos 53.

 Desbloqueado o caminho para a baliza azeri, a Selecção portuguesa aumentou a vantagem por Ivan Cavaleiro, aos 64 minutos, num lance rápido para as costas da defesa, concluído com um remate em arco a “fugir” ao guarda-redes Popovich.

 A vencer por 2-0 e a convencer com uma exibição segura, a Selecção portuguesa assumiu definitivamente o controlo do jogo e podia ter ainda aumentado a vantagem por Betinho, aos 69 minutos, a passe milimétrico de Ivan Cavaleiro.

 Aos 72 minutos, Betinho voltou a rematar com perigo, na sequência de uma boa jogada de Bernardo Silva, e, aos 79, foi a vez de Luís Gustavo, na conversão de um livre directo, obrigar Popovich a uma difícil defesa.

 Portugal foi sempre superior ao Azerbaijão até ao termo do encontro, que podia ter terminado com o tento de honra dos azeris, na sequência de um lance em que a defesa portuguesa revelou alguma passividade e foi lesta a afastar a bola.