Sub 21 de Portugal derrota Rússia e está a um passo da fase final

0
112
Sub 21 de Portugal derrota Rússia e está a um passo da fase final

Portugal venceu na sexta-feira a Rússia por 1-0, com um golo de André Martins, e deu um passo importante para estar presente na fase final do Campeonato da Europa de futebol de Sub-21 em 2013.

 A turma orientada por Rui Jorge não fez uma grande exibição, sentindo-se sobretudo na segunda parte os efeitos de uma longa época em alguns jogadores, mas justificou plenamente a vitória, tendo sido a equipa que mais a procurou e que dispôs de mais e melhores oportunidades de golo.
 O único tento da partida surgiu aos 74 minutos, por André Martins, o melhor jogador em campo, que junto ao segundo poste a desviou de cabeça um centro de Salvador Agra da esquerda, para impor à Rússia a primeira derrota no Grupo, depois de quatro triunfos em outros tantos jogos, e colocar Portugal a um ponto.
 O médio do Sporting foi o "dínamo" da equipa nacional, bem secundado na primeira parte por Diogo Rosado e, na segunda, por Salvador Agra, David Simão e Camará, estes dois últimos apostas do seleccionador, Rui Jorge, para dinamizar o ataque.
 A superior circulação de bola dos russos fez com que Portugal passasse alguns minutos a "ver jogar" nos primeiros momentos da partida, mas um remate de André Martins logo depois do quarto de hora, que obrigou o guarda-redes russo a defesa atenta, "acordou" a equipa portuguesa, que passou a dominar a partida.
 Pouco depois,aos 24 minutos, Rui Fonte falhou o desvio após canto da direita, mas as melhores oportunidades para a turma de Rui Jorge inaugurar o marcador surgiram no  minuto (29): primeiro João Pereira cabeceou após um canto da direita para uma grande defesa de Zabolotni e, na sequência da jogada, Diogo Rosado quase marcou num acrobático pontapé de bicicleta.
 O intervalo chegou depois de mais uma defesa difícil do guarda-redes russo, na res-posta a um remate cruzado de André Martins (36), e a segunda parte começou com nova intervenção de Zabalotni, atento ao tiro cruzado de Diogo Rosado (49).
 A melhor oportunidade para a Rússia surgiu aos 55 minutos, com Smolov, já bem dentro da área, a rematar com muito perigo, mas Anthony Lopes de-fendeu bem, tal como o guarda-redes russo perante outra tentativa de André Martins (59).
 Pouco depois, Rui Jorge refrescou a frente de ataque, re-tirando os esgotados Diogo Rosado e Rui Fonte e colocando David Simão e Camará e ambos entraram muito bem na partida.
 Aos 74 minutos, curiosamente numa altura de maior equilíbrio, Portugal chegou ao golo: centro de Salvador Agra da esquerda, Camará falhou o primeiro desvio, mas no segundo poste apareceu André Martins, fulgurante, a fazer de cabeça o único golo da partida.
 Com este triunfo, Portugal so-ma 11 pontos (em seis jogos) no grupo 6, mais um do que a Polónia (também seis jogos), que hoje venceu na Moldávia (4-2), e está a apenas um do adversário de hoje, que lidera o grupo, mas com menos um jogo.
 Qualificam-se para o "play-off" de acesso à fase final o primeiro classificado de cada um dos 10 grupos de apuramento, bem como os quatro melhores segundos classificados (resultados dos jogos com primeiro, terceiro, quarto e quinto).
 O próximo jogo de Portugal no grupo 6 é frente à Albânia, quarta-feira, na Marinha Grande, e o último na Polónia, a 10 de Setembro.