Sporting vence o Schalke 04 em Alvalade e sonha com qualificação

0
57
Sporting vence o Schalke 04 em Alvalade e sonha com qualificação

O Sporting conquistou a primeira vitória na edição 2014/15 da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer por 4-2 na recepção aos alemães do Schalke 04, em jogo da quarta jornada do Grupo G. Um golo na própria baliza do argelino Slimani deu a vantagem ao Schalke 04, mas Jefferson, com uma assistência para o tento de Naby Sarr e um tiro para o 2-1, promoveu a reviravolta, consolidada por Nani.

 Na parte final, Aogo reduziu para a formação alemã, mas Slimani redimiu-se do autogolo e fixou o resultado, já em período de compensação. Poucos dias depois de ter sofrido o primeiro desaire na I Liga, no sábado, em Guimarães, onde perdeu por 3-0 diante do Vitória local, e da consequente reprimenda presidencial, o Sporting procurava manter acesa a luta pelos "oitavos" e também "vingar" a derrota na Alemanha.

 A fórmula encontrada pelo técnico Marco Silva para enfrentar esses desafios passou pela aposta em Slimani, na frente de ataque em vez de Fredy Montero, Carlos Mané, por troca com André Carrillo, e Jefferson, relegando Jonathan Silva para o banco, a que se junta a chamada ao centro da defesa de Naby Sarr, por força do castigo de Maurício.

 As apostas acabaram por justificar a titularidade e a resposta da equipa começou por parecer positiva, aos 11 minutos, com um passe longo de Paulo Oliveira para João Mário, que cruzou para Nani rematar por alto, e quatro minutos depois, com um remate de Cédric para as mãos do guarda-redes Fährmann.

 O Schalke 04 parecia pouco incomodado com esta superioridade, de tal forma que assim que teve oportunidade marcou, aos 17, na sequência de um livre da direita de Aogo na direcção de Choupo-Moting, cujo desvio de Slimani "traiu" Rui Patrício.

 Depois de ter sofrido novamente um golo de bola parada, o Sporting conseguiu responder da mesma forma, aos 26, com um golpe de cabeça de Naby Sarr, a corresponder à cobrança de um livre da direita de Jefferson. E podia até ter chegado à vantagem, dois minutos mais tarde, não fosse Fährmann ter defendido o remate de William Carvalho, que, nesse lance, praticamente trocou de funções com Slimani.

 A formação alemã, comandada pelo italiano Roberto Di Matteo, tentava seguir a tradição transalpina de atacar pela certa e quase chegava novamente ao golo, quando, aos 36, Meyer, depois de uma jogada da direita de Obasi e Uchida e servido por Huntelaar, falhou por pouco a baliza "leonina".

 Depois de o Schalke 04 não ter conseguido acertar na baliza do Sporting durante toda a primeira parte, Fährmann assumiu o protagonismo, ao defender um remate de fora da área de Nani, aos 37, e, no minuto imediato, a fechar o ângulo a João Mário, antes de Carlos Mané cabecear ao lado da baliza, aos 44.

   No reatamento, Jefferson, uma das apostas de Marco Silva para este en-contro, voltou a ser decisivo e mostrou que a pontaria "leonina" estava mais afinada, colocando o Sporting pela primeira vez em vantagem, aos 52, com um "tiro" cruzado da esquerda.

  O Schalke 04 assumiu a procura do empate e, já com Kevin-Prince Boateng em campo, Rui Patrício "salvou" a vantagem "verde e branca", aos 66, ao roubar a bola a Obasi, que apareceu isolado na área de baliza do Sporting, desmarcado por Klaas-Jan Huntelaar.

  O avanço dos alemães foi aproveitado pelo Sporting, aos 72, quando André Carrillo, que tinha substituído quatro minutos antes Carlos Mané, arrancou na ala direita para, da linha final, oferecer o golo a Nani, que, já sem oposição e na área de baliza, fez o golo que parecia confirmar o triunfo "leonino". O primeiro remate do Schalke 04 com a direcção certa surgiu apenas aos 87, por Sam, mas foi travado por Rui Patrício, ao contrário do que ocorreu um minuto depois, quando Aogo bateu o guarda-redes luso com um forte remate cruzado no interior da área.

  Já em período de compensação, Slimani redimiu-se do lance do primeiro golo, impondo-se em velocidade à defensiva do Schalke 04 para assinar o quarto golo do Sporting.

 Os "leões" continuam na luta pela qualificação para os oitavos-de-final, ao subirem ao terceiro lugar da "poule" com quatro pontos, menos um do que os adversários da noite e mais um do que o Maribor, que empatou  1-1 na recepção ao Chelsea, líder do Grupo com oito.