Sporting vence Braga e atrasa minhotos na corrida pelo título

0
55

O Sporting venceu ontem na recepção ao Sporting de Braga por

3-0, no ‘jogo grande’ da 22.ª jornada da I Liga de futebol, aproximando-se do terceiro lugar dos minhotos e atrasando-os na luta pelo título.

  Bruno Fernandes, na cobrança de um livre directo, aos 34 minutos, e Bas Dost, primeiro de penálti, aos 50, e depois aos 68, com as-sistência do ‘capitão’ dos ‘leões’, fizeram os golos em Alvalade.

  O resultado permite retirar pressão ao treinador holandês Marcel Keizer, que começava a ser contestado pelos adeptos pelos maus resultados, e recuperar da derrota com o Villarreal (1-0), no mesmo estádio, para a Liga Europa.

  Nos seis jogos em todas as competições que se seguiram à conquista da Taça da Liga, os lisboetas tinham vencido apenas um, no domingo passado, frente ao Feirense (3-1), somando agora o segundo triunfo antes do importante jogo segunda mão dos 16 avos da Liga Europa.

  Os ‘verdes e brancos’ chegaram aos 45 pontos, ficando agora a quatro pontos dos bracarenses e a cinco pontos do Benfica, que só joga hoje, segunda-feira, no encerramento da jornada, em casa do Desportivo das Aves.

  Os minhotos sofreram a terceira derrota na prova e ficaram a cinco pontos do líder e campeão FC Porto, que venceu no sábado o Vitória de Setúbal (2-0), mas podem ainda ficar a quatro do Benfica, em caso de vitória das ‘águias’ na Vila das Aves.

  Em Moreira de Cónegos, o Moreirense prosseguiu a boa temporada e consolidou o quinto lugar, ao derrotar o Tondela por 2-0, com golos do uruguaio David Texeira e do francês Bilel, que marcou três minutos depois de entrar.

  A equipa de Ivo Vieira chegou aos 38 pontos, a sete do quarto classificado, o Sporting, e com três de vantagem para o sexto, o vizinho Vitória de Guimarães, que no sábado venceu o Portimonense por

2-0.

  O Tondela é 11.º, com 23 pontos, os mesmos de Boavista (12.º), Marítimo (13.º) e Nacional (14.º), podendo ainda ser ultrapassado pelo Aves.

  O Marítimo deixou ontem os lugares de descida, ao bater o Bele-nenses por 1-0 na ‘casa emprestada’ da formação de Belém, no Estádio do Bonfim, com o argentino Leandro Barrera a pôr fim a uma série de três desaires seguidos.

  A equipa de Silas voltou a não vencer, somando a terceira derrota nos últimos cinco jogos, além de duas igualdades, e fica em sétimo lugar, com 30 pontos, já a oito do quinto classificado, enquanto os insulares chegaram aos 23, colocando-se na 13.ª posição, mas também podem ser ultrapassados pelo Desportivo das Aves.

  Num duelo de ‘aflitos’, o penúltimo classificado Desportivo de Chaves marcou primeiro, pelo brasileiro Bruno Gallo, mas Fábio Espinho empatou para o Boavista, resgatando um ponto para os portuenses.

  Os flavienses somam agora 19 pontos, a três dos lugares de permanência, seguindo na 17.ª posição, enquanto os ‘axadrezados’ estão no 12.º posto, com 23, dois acima da ‘linha de água’.