Sporting segura 2.ª posição da I Liga portuguesa de futebol ao vencer em Alvalade o FC Porto

0
55
Sporting segura 2.ª posição da I Liga portuguesa de futebol ao vencer em Alvalade o FC Porto por uma bola a zero

A vitória do Sporting sobre o FC Porto no “clássico” de Alvalade, por 1-0, com um golo de Slimani, aos 52 minutos, permitiu ontem aos “leões” aumentar a folga pontual no segundo lugar da I Liga portuguesa de futebol.

 O Sporting, que soma 51 pontos, encurtou provisoriamente para quatro a diferença que o separa do líder Benfica, que hoje, segunda-feira, defronta o Nacional, na Madeira, e alargou para cinco a vantagem sobre o FC Porto.

 O “clássico” de Alvalade ficou ainda marcado pela expulsão de Fernando, já em período de descontos (90+1), e da lesão do guarda-redes Helton, aos 62, que o treinador Luís Castro já classificou de grave.

 O Vitória de Setúbal venceu na visita ao Belenenses, por 3-1, com dois golos do brasileiro Rafael Martins, aos 23 e 87 minutos, e um de Ricardo Horta, aos 71, e subiu ao nono lugar, com 29 pontos.

 O Belenenses, que ainda amenizou a derrota com o golo de Tiago Caeiro, aos 66 minutos, é 15.º e penúltimo classificado, com 17 pontos, em igualdade com o “lanterna vermelha” Olhanense.

 Na sequência da derrota caseira, a administração da SAD do Belenenses discutiu ainda na noite de ontem o futuro do treinador Marco Paulo.

 Na última posição da I Liga está agora o Olhanense, que trocou de lugar com o Paços de Ferreira, que no sábado venceu o Vitória de Guimarães (1-0), que perdeu no recinto do Arouca, por 2-0.

 Em Arouca, Roberto marcou o primeiro golo da formação comandada por Pedro Emanuel, aos 33 minutos, na conversão de uma grande penalidade, e Lassad aumentou da mesma forma, aos 90+5,

 O Olhanense, que ainda não conseguiu vencer como forasteiro, somou o oitavo desaire como visitante e divide a última posição com o Belenenses, ambos com 17 pontos, enquanto o Arouca é 13.º, com cinco pontos para os lugares de descida.

 A 23.ª jornada da Liga conclui-se hoje, segunda-feira, com a deslocação do líder Benfica, com 55 pontos, ao recinto do Nacional da Madeira, quinto com 34.