Sporting desperdiçou vitória nos dois minutos finais do encontro

0
89
Sporting

SportingO Sporting desperdiçou uma vantagem de dois golos em dois minutos, empatando (2-2) diante do Olhanense, em jogo da 19ª ronda da Liga portuguesa de futebol.

 Depois de um “bis” de Hélder Postiga, aos 27 e 62 minutos, os “leões” permitiram o empate, com Ismaily a reduzir (64) e Daniel Carriço a marcar na própria baliza (66), e viram o técnico Paulo Sérgio ser expulso, aos 80, por protestos contra o árbitro.
 Afectado por problemas extradesportivos, o Sporting chegou a Olhão na “ressaca” da perda do avançado Liedson e da saída do director desportivo e saiu com apenas um ponto, permanecendo no terceiro lugar, com 33 pontos.

 Paulo Sérgio surpreendeu com a aposta em Torsiglieri, poupando Anderson Polga pa-ra o confronto da Liga Europa com o Glasgow Rangers – Grimi também estava escalado mas, em cima do jogo, saiu do “onze” -, registando-se ainda o regresso de João Pereira e Valdés, depois de cumprirem um jogo de castigo, e de Maniche, recuperado de lesão.

 O técnico dos algarvios, Daúto Faquirá, que teve trabalho condicionado pelas lesões ao longo da semana, viu os habituais titulares recuperarem a tempo, colocando Ismaily no lugar do extremo Paulo Sérgio, suspenso por uma partida.
 O Olhanense entrou melhor, mas, excepção feita a um remate torto de Djalmir (6), pouco perigo criou, com o jogo a animar a partir do quarto de hora: depois de uma ameaça de André Santos (colocou Ricardo Batista à prova, aos 19), o Sporting chegou à vantagem aos 27 minutos.
 Hélder Postiga, que provou ser o substituto natural de Liedson, cruzou para Mani-che, este acertou mal no esférico, que subiu, aparecendo de novo Postiga, em apa-rente fora de jogo, a cabecear de um ângulo apertado, com a bola a passar entre o guarda-redes e o poste.
 Depois do golo, chegaram as más notícias: Evaldo viu amarelo, aos 34 minutos, cumprindo assim um jogo de castigo na recepção ao Benfica, e quatro minutos depois, Valdés saiu por lesão, entrando Cristiano.

 Antes do intervalo, o Olhanense teve uma boa reacção e o empate esteve perto, em lances protagonizados por Djalmir, um desvio incompleto, aos 35 minutos, e Ismaily, um “tiro” a rasar o poste, aos 41.
 No reatamento, Paulo Sérgio, que via um Sporting sem médio criativo e pouco capaz de “pegar” na partida, apostou em Matias Fernandez, mas os “leões” optaram por jogar em contra-ataque, ante um Olhanense com mais posse de bola.
 Foi nesse registo que chegou o segundo golo do jogo, aos 62 minutos, com Hélder Postiga a surgir isolado por Matias e, na “cara” de Ricardo Batista, a bisar, abrindo caminho a quatro minutos alucinantes.

 Em apenas dois minutos, o Sporting desperdiçou uma vantagem de dois golos: aos 64 minutos, Ismaily reduziu, a passe de Nuno Piloto, e aos 66, Paulo Carriço foi infeliz com um auto-golo que fixou o resultado.
 O técnico leonino mexeu de novo, colocando Carlos Saleiro em jogo, antes de ser expulso, a dez minutos do fim, por protestos veementes contra o árbitro Olegário Ben-querença, chegando mesmo a entrar dentro de campo de dedo em riste.

 O Sporting terminou o jogo “em cima” da baliza do Olhanense, mas sem resultados práticos, com Hélder Postiga a atirar ao lado (86) e Maniche a rematar ligeiramente por cima (91), antes de Adilson ser expulso, no último lance de jogo, devido a uma entrada sobre Torsiglieri.
 A equipa algarvia saiu premiada e continua sem perder em
casa para o campeonato, somando quatro vitórias e cinco empates na situação de visitada.

FICHA DE JOGO:
 Encontro disputado no Es-tádio José Arcanjo, em Olhão.
 Resultado:
 Olhanense – Sporting, 2-2
 Ao intervalo: 0-1
 Marcadores:
 0-1, Hélder Postiga, 27 minutos.
 0-2, Hélder Postiga, 62.
 1-2, Ismaily, 64.
 2-2, Daniel Carriço, na própria baliza, 66.
Equipas:
 Olhanense: Ricardo Batista, João Gonçalves, Maurício, Mexer, Carlos Fernandes, Fernando Alexandre, Nuno Pi-loto, Jorge Gonçalves, Rui Duarte (Lulinha, 65), Ismaily (Cadu, 86) e Djalmir (Adilson, 89).
 Sporting: Rui Patrício, João Pereira, Daniel Carriço, Torsiglieri, Evaldo, Pedro Mendes, André Santos (Carlos Saleiro, 78), Maniche, Vukcevic (Matias Fernandez, 46), Hélder Postiga e Valdés (Cristiano, 39).
Árbitro: Olegário Benqueren-ça (Leiria).
 Acção disciplinar: Cartão amarelo para Mexer (22), Carlos Fernandes (30), Evaldo (34), Hélder Postiga (55), Rui Patrício (59), Nuno Piloto (70), Daniel Carriço (74), João Gonçalves (83) e Carlos Saleiro (84). Cartão vermelho directo para Adilson (93). O treinador do Sporting, Paulo Sérgio, foi expulso (80)
Assistência: 4860 espectadores.