Sp. Braga vence FC Porto e ganha Taça da Liga

0
16

O Sporting de Braga venceu no sábado o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga em futebol, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham conseguido em 2013.

 O médio Ricardo Horta marcou o golo decisivo a um minuto do final do período de descontos e garantiu a conquista do troféu, num jogo disputado no Estádio Municipal de Braga.

 O FC Porto, que já tinha chegada à final nas épocas 2009/10, 2012/13 e 2018/19, continua sem conseguir vencer a única competição nacional que ainda não consta no palmarés ‘azul e branco’.

 O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, colocou o lugar à disposição da administração do clube, após a derrota na final da Taça da Liga de futebol.

 Na ‘flash interview’ da Sport TV, o técnico luso, campeão pelos ‘dragões’ em 2017/18, disse ter colocado o lugar “à disposição do presidente” e afirmou que os ‘azuis e brancos’ estão “sem união dentro do clube”.

 “Nós temos de olhar para dentro. É preciso responsabilidade colectiva. Não estou a falar do grupo de trabalho, é toda a gente. É difícil trabalhar em determinadas condições”, atirou Conceição.

 Depois de um primeiro ano que considerou “muito difícil” por ter enfrentado a época “sem reforços e sem dinhei-ro”, ainda que tenha culminado no título de campeão nacional, o segundo ano pecou por “falta de verdade desportiva”, segundo o técnico.

 “Este ano, sem união dentro do clube. O meu lugar está à disposição do presidente”, completou.

 Sobre a final perdida, o treinador destacou a “infelicida-de” de sofrer um golo na última jogada, depois de uma partida que “poderia cair para qualquer lado, com grande intensidade”, dando os parabéns ao Sporting de Braga.

 Cerca de meia centena de adeptos do FC Porto receberam a equipa com assobios e insultos à chegada ao Estádio do Dragão, após a derrota na final da Taça da Liga em futebol, frente ao Sporting de Braga.

 A polícia já estava preparada para qualquer incidente e, pouco antes da chegada do autocarro dos ‘dragões’, colocou dois carros em frente à entrada da garagem do Estádio do Dragão para evitar que os adeptos descontentes chegassem perto.

 A empresa de segurança do clube também esteve de prevenção.