Sonangol está satisfeita com investimentos em Portugal e não quer aumentar o portefólio

0
102
Sonangol está satisfeita com investimentos em Portugal e não quer aumentar o portefólio

A petrolífera angolana está satisfeita com os investimentos que mantém em Portugal e não vai alargar o portefólio que já tem, com participações na Galp e no Millennium BCP, disse em Luanda o seu presidente.

 Francisco Lemos, que falava na conferência de imprensa que assinalou o 37º aniversário da empresa, disse “não prever novos investimentos em Portugal”.

 “Exceptuando a consignação já existente, não os prevemos. O investimento na Galp é bom, é estável. Sentimo-nos bem na Galp como acionistas, embora indirectos. Permaneceremos na Galp”, salientou.

 Relativamente ao Millennium Bcp, Francisco Lemos recordou que foi na base de um programa de recapitalização, estabilização e crescimento do banco que a Sonangol aumentou a sua participação.

 “Estamos próximos dos 20 por cento e continuaremos a manter esta posição acionista porque acreditamos na programação que neste momento está e implementação pela gestão do banco”, frisou.

 Antes, Baptista Sumbe, administrador da Sonangol, assegurou que apesar do prejuízo de mil milhões de euros apresentados pelo Millennium BCP, a Sonangol vai manter a parceria.

 “A nossa parceria no BCP é um investimento de longo prazo”, disse, acrescentando que os “bons parceiros sobrevivem” nos bons e nos maus momentos.

 “Vamos manter a nossa como acionistas do BCP com a certeza, porém, que melhores dias virão”, concluiu.