Sistema bancário de Angola aumenta lucros e activos

0
51
economico

Os 22 bancos angolanos que disponibilizaram demonstrações financeiras em 2015 e 2016 registaram um crescimento dos lucros de 38,2%, que passaram de 135,7 biliões de kwanzas para 187,5 biliões de kwanzas (1124 milhões de dólares), revela um estudo publicado pelo jornal angolano Expansão.

 Os dados divulgados pelo jornal apontam que o crescimento dos lucros do sector bancário angolano é explicado por um forte aumento de 33,1% para 671,8 biliões de kwanzas do produto bancário, agregado que corresponde aos ganhos conseguidos directamente com a actividade bancária, sendo a soma da margem financeira e da margem complementar.

 A margem financeira, diferença entre juros recebidos e juros pagos, aumentou 49,7% para 445,2 biliões de kwanzas, enquanto a margem complementar, proveniente de comissões por serviços bancários e ganhos cambiais, entre outros, progrediu 9,3% para 226,7 biliões de kwanzas, refere o jornal.

 Há dias, o ministro das Finanças, Archer Mangueira, disse que os activos do sector bancário angolano duplicaram nos últimos cinco anos, (2011-2016), ao atingir no último ano do intervalo o valor de 10,66 biliões de kwanzas (63,9 biliões de dólares).

 O ministro, que intervinha na abertura do VII Fórum Banca – Regulação e supervisão bancária, promovido pelo Expansão, sublinhou que os números que representam cerca de 63% do Produto Interno Bruto do país demonstram a forte dinâmica e a importância do sector bancário para a economia angolana.

 O Produto Interno Bruto de Angola situou-se em 102,6 mil milhões de dólares em 2015, uma quebra de 19,0% relativamente ao valor de 126,8 biliões de dólares contabilizado em 2014.