Sismo registado em Sobral de Monte Agraço

0
119
Sismo registado em Sobral de Monte Agraço

O sismo registado na quinta-feira pelas 07:44 em Sobral de Monte Agraço, Lisboa, foi sentido com intensidade IV, na escala de Mercalli, indicou o Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA).

 “Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli mo-dificada) na região de Sobral de Monte Agraço. Foi sentido ainda com menor intensidade em Lisboa”, refere a última informação do IPMA.

 O organismo actualizou os dados já que inicialmente ti-nha indicado que o sismo ti-nha sido sentido com intensidade III (escala de Mercalli modificada).

 A escala de Mercalli tem 12 níveis, entre o imperceptível e danos quase totais. O nível IV corresponde a um sismo Mo-derado nesta escala.

 “Os objectos suspensos ba-loiçam. A vibração é seme-lhante à provocada pela passagem de veículos pesados ou à sensação de pancada duma bola pesada nas paredes. Carros estacionados ba-lançam. Janelas, portas e loi-ças tremem. Os vidros e loi-ças chocam ou tilintam. Na parte superior deste grau as paredes e as estruturas de madeira rangem”, de acordo com informação do IPMA, ca-racterizando este nível da es-cala de Mercalli modificada.

 O tremor de terra, registado  teve uma magnitude de 4,3 na escala de Richter, com epicentro a quatro quilómetros este-nordeste de Sobral de Monte Agraço, próximo de Torres Vedras, na zona Oeste do distrito de Lisboa.

 Os bombeiros voluntários de Sobral de Monte Agraço disseram que apesar de “muito sentido”, o tremor não originou pedidos de ajuda.

 

 “Foi um pouco assustador. Os vidros à voltam tremeram todos, até achei que fossem partir”, disse Daniela Cardoso, bombeira voluntária daquela corporação, que acrescentou que o abalo foi sentido duran-te cinco a dez segundos.