SASOL com prejuízo de 112 biliões de randes no último ano financeiro

0
55

Os resultados da fabricante sul-africana de combustíveis e produtos químicos Sasol do último ano financeiro, que terminou a 30 de Junho, provocados pela pandemia de covid-19, registaram uma queda severa de 112 biliões de randes”, disse a companhia num comunicado tornado público.

  A menor demanda por combustível devido à pandemia do coronavírus, junto com a queda dos preços do petróleo, pesou sobre uma empresa que já recuperava da má gestão e do excesso de custos no Lake Charles Chemicals Project, na Louisiana.

  A Sasol acelerou um programa de alienação de activos que visa reduzir a dívida e evitar uma oferta de direitos de último recurso.

  O negócio de produtos químicos básicos terá um prejuízo de 71,3 biliões de randes, com uma cobrança adicional de 27,7 biliões para os produtos químicos de desempenho, principalmente nos Estados Unidos. As operações de energia terão uma redução de 12,5 biliões.

  O preço do rande do petróleo bruto Brent caiu 18% no ano financeiro, de acordo com a companhia com sede em Joanesburgo.

 Os resultados anuais da Sasol serão divulgados hoje, dia 17 de Agosto.