São dois os novos membros no Board of Trustees da Sociedade de Beneficência

0
44
São dois os novos membros no Board of Trustees da Sociedade de Beneficência

Teve lugar na quinta-feira, 25 de Junho de 2015, a Assembleia Geral Anual da Sociedade Portuguesa de Beneficência (SPB), nas instalações do Lar Rainha Santa Isabel em Albertskroon, Joanesburgo. Na assembleia geral, foram eleitos como novos membros do Board of Trustees da SPB, José Sampaio e Orlando Marques, havendo agora a necessidade de cooptar mais três associados para completar o número necessário de membros efectivos do Board, que são 15.

 Isto, devido aos pedidos de demissão de funções, que foram aceites, de três anteriores membros nas pessoas de Nelson Reis, Alberto Gouveia e Jorge de Freitas, entregues na sexta-feira, dia 19 de Junho. E a saída obrigatória, por disposdição estatutária, de membros mais antigos, estes últimos com a prerrogativa de poderem recandidatar-se aos lugares anteriormente ocupados. Os que tiveram que sair obrigatoriamente foram Bernardino Faria, Gilberto Martins, João Rodrigues, José Contente e Pedro Teixeira, devido ao tempo que ocupam o lugar. José Contente, Pedro Teixeira e Gilberto Martins, recandidataram-se aos postos no Board.

 O balancete auditado das contas anuais da SPB foi apresentado pelo tesoureiro da Direcção da SPB, Pedro Teixeira, após o que, membro da SPB, Rogério Varela Afonso, levantou algumas questões referentes a divergências nos balancetes apresentados em 2014 e este ano, o paradeiro da Fundação criada para a “urbanização” da Vila Santa Isabel – a Vila Santa Isabel Portuguese Charitable Foundation Truste cujo designação passou para Villa Santa Isabel Retirement Village Project – e o paradeiro de bens de residentes do Lar que faleceram.

 Estas incongruências, segundo Teixeira explicou, foram por razões de seguros e impostos, para evitar pagamento de taxas por parte da SPB, que é uma organização sem fins lucrativos. Explicou também que num exemplo, uma viatura de um residente do Lar que ali faleceu, foi vendida por um membro do Board of Trustees, cujo nome citou e que entretanto apresentou a sua demissão, para que se pudes-se abater a dívida que o residente tinha para com a instituição e, que o dinheiro que entrou está todo contabilizado.

 A composição do Board of Trustees actualmente tem como membros, António Rebelo, Pedro Silva, Gilberto Martins, José Luis Rodrigues, Pedro Teixeira, Isabel Policarpo, José Valentim, José Contente, Ivo de Sousa, José Manuel Sampaio, Paulo Mariano e Orlando Marques, isto após a aprovação deste Board.

 A reunião começou com Gilberto Martins presidente do Board of Trustees a dar as boas-vindas.

 No inicio de tudo, Isabel Policarpo, presidente do executivo da SPB, fez uma oração e em seguida leu os nomes dos 22 residentes que faleceram no ano de 2014/2015 desde a última Assembleia Geral. Fez-se depois, em memória dos defuntos, um minuto de silêncio.

 A verificação se a reunião poderia ter lugar foi feita, isto porque segundo a constituição da SPB é necessária a presença de 25 por cento de membros com as quotas pagas, o que com se estabeleceu havendo condições de prosseguir. Chegou-se à conclusão que havia 28 membros e sete procurações com direito de voto.

 Foram apresentadas as desculpas de não estarem presentes enviadas por Ivo de Sousa e Bernardino Faria.

 Gilberto Martins apresentou a correspondência recebida, na qual se encontravam as demissões anteriormente mencionadas.

 O presidente do Board of Trustees leu o seu relatório, nele aludiu a grandeza dos portugueses na criação do Lar, que puseram o coração neste projecto desde 1990. Agradeceu aos benfeitores, referiu as obras da nova enfermaria do Lar e atestou estarem a correr sob o previsto, acrescentou que o responsável pelas obras, Jorge Araújo, “está a fazer um trabalho mui-to bom”.

 Após a intervenção de Gilberto Martins, foi então pedido aos membros sentados na mesa principal, que se apresentassem.

 A acta da anterior Assembleia Geral foi lida e José Manuel Sampaio propôs a aprovação e José Valentim secundou a moção.

 Na apresentação do seu relatório de contas, Teixeira afirmou que a “África do Sul não está bem economicamente e que, por isso, todos os anos cerca 80 mil randes consti-tuem defice no orçamento do Lar.”

 Referiu, no entanto, que os custos totais de gestão e manutenção da instituição baixa-ram e por isso, o resultado é nulo dos custos e receitas.

 No final da sua intervenção pediu mais donativos para fazer face à crise económico-social que a sociedade sul- africana atravessa e que afecta a Comunidade Portuguesa.  O membro da SPB, Rogério Varela Afonso, levantou algumas questões referente aos balancetes de 2014 e 2015 e na sua intervenção, felicitou o actual Board pela maneira transparente e aberta como procedeu à atribuição das obras da nova enfermaria do Lar e antes disso, no seu concurso público.

 O tesoureiro da Direcção, respondeu às dúvidas colocadas e explicou o porquê de algumas alíneas do balancete de contas.

 Em relação à Fundação Vila Santa Isabel, Pedro Silva adiantou alguns esclarecimentos e Rudy Gallego fez algumas sugestões acerca da legalização da mesma e de como poderá mais facilmente trabalhar, isto porque o Comendador Gallego tem a sua própria fundação e, com a intenção de apoiar a SPB, predispôs-se a ajudar.

 Foi em seguida dada a palavra à presidente da SPB, Isabel Policarpo. Na sua intervenção atestou que estava feliz de ver a sala composta, apesar do frio que se fazia sentir no exterior. Agradeceu ao Board e afirmou que “juntos movemos montanhas!” Agradeceu a Fátima Curado, directora do Lar, pelo contributo e incansável trabalho que leva a cabo com a sua equipa diariamente na instituição.

 Por fim, agradeceu ao jornal o Século de Joanesburgo e ao grupo Século pelo seu contributo e cobertura extensa da comunidade portuguesa e nesta instância, da SPB. Agradeceu também ao seu marido e às esposas dos membros da SPB, pela paciência, contributo e compreensão relativamente à causa pela qual ali se trabalha diariamente.

 Gilberto Martins abordou então o caso dos três membros que se demitiram, isto devido à nova lista para membros do Board. A nova lista que consistiu de Gilberto Martins, José Contente, Pedro Teixeira, José Sampaio e Orlando Marques. Havendo uma só lista, não houve votação e esta foi aprovada pelos membros presentes, com Rogério Varela Afonso a propor a aprovação da lista e José Valentim a secundá-la.

 Os dois novos membros sentaram-se então na mesa com o restante Board of Trustees da SPB.

 Por fim, foi proposto pelo director deste semanário, um voto de louvor ao actual Board da SPB, pelo bom trabalho desenvolvido pela melhoria do bem-estar do residentes idosos, o que Vasco Abreu secundou.

 A assembleia geral terminou cerca das 21h, com alguns canapés e bebidas para os presentes.