Samuel da Silva na Assembleia-Geral, Manuel Jardim no Conselho Fiscal e Augusto Rosa na Direcção são os novos presidentes da Casa Social da Madeira

0
160

 Em reunião efectuada na noite da penúltima sexta-feira, 20 de Abril, na Casa Social da Madeira, tomaram posse dos cargos para que foram eleitos em assembleia-geral de domingo anterior, os corpos directivos para o mandato 2018/2019, nesta colectividade madeirense de Pretória, assim constituídos:

 Assembleia-Geral – por motivos de última hora invocados pela eleita presidente, comendadora Manuela Rosa, foi por ela pedido ao segundo mais votado para essa posição, Samuel da Silva, para liderar esse órgão máximo, o que mediante essas desculpas resolveu aceitar, ficando o comendador Estêvão Rosa como vice-presidente, e Ma-nuela Rosa como secretária, lugar que já anteriormente vinha desempenhando.

 Conselho Fiscal – presidente Manuel Sardinha Jardim, que ficou de apresentar oportunamente o elenco que consigo irá trabalhar;

 Direcção – presidente Augusto Gil Baptista Rosa, vice-presidente administrativo Tony Barreiro, vice-presidente Hernâni Fernando Ferreira, vice-presidente cultural Maria Inês Balanco, esta que tem a colaborar consigo o tesoureiro e ensaiador do rancho folclórico Michael Teixeira, e a ajudante Fátima da Silva; vice-presidente desportivo Miguel Duarte de Sousa, secretário Fernando dos Santos, tesoureiro Gilberto Basílio.

 Assim e nos lugares de chefia, Samuel da Silva que no mandato anterior havia presidido à Direcção, passou a liderar a Mesa da Assembleia-Geral, enquanto o Conselho fiscal passou a ser chefiado por Manuel Sardinha Jardim, e a Direcção por Augusto Gil Baptista Rosa, este que assim transita do conselho fiscal para o do executivo.

 Nesta tomada de posse ali conferida pelo comendador Estêvão Rosa a Samuel da Silva, e este de seguida aos restantes elementos dos três órgãos directivos, após o que dirigiu ali de seguida algumas palavras, em que começando por a todos saudar e desejar a cada um bom desempenho nas suas funções, aproveitou para agradecer o convite que lhe fora feito para liderar a Assembleia-Geral, referindo a propósito não ser sua inten-ção, lá por ter recebido dias antes a medalha de mérito em ouro das comunidades, afastar-se ou virar as costas à Casa Social da Madeira, muito menos à nossa comunidade, disponibilizando-se a continuar a colaborar em tudo o que fosse preciso e ajudar sempre naquilo estiver ao seu alcance.

 De seguida também o novo presidente da Direcção, Augusto Baptista Rosa deixou bem claro nas suas palavras, ser necessário o envolvimento de todos para se tentar unir a comunidade e elevar o bom nome da Casa Social da Madeira, sendo quanto a si sempre bem-vindas opiniões válidas, pedindo com essa finalidade o forte empenho, tanto de toda a equipa que o acompanha na Direcção, como dos restantes órgãos directivos da CSM, assim como de todos os associados da colectividade, pois só em conjugação de es-forços será possível atingir esse objectivo, enquanto por seu lado e com esse propósito prometeu o melhor contributo ao seu alcance.

* Samuel da Silva e Paula de Castro de acordo quanto a datas de actividades

 De comum acordo entre Samuel da Silva, da CSM, e Paula de Castro, dos Lusíadas, foram fixadas as datas de aniversário da Casa Social da Madeira para 7 de Outubro, e o jantar de gala dos Lu-síadas para o dia 28 desse mesmo mês de Outubro.