SAD do Vitória de Guimarães aprova aumento de capital para 4,5 milhões de euros

0
100
SAD do Vitória de Guimarães aprova aumento de capital para 4,5 milhões de euros

Os accionistas da SAD do Vitória de Guimarães aprovaram sábado, por unanimidade, o aumento do capital de 1,535 para 4,5 milhões de euros, adiantou o presidente do clube da I Liga de futebol, Júlio Mendes.

  Os vimaranenses concretizaram, numa assembleia geral realizada no pavilhão do clube, em que esteve presente o principal accionista, o empresário radicado na África do Sul, Mário Ferreira, a intenção já anunciada no fim de maio pelo Conselho Fiscal do clube, num parecer que considerava o aumento essencial para a SAD poder respeitar as “normas internacionalmente instituídas de ‘fair-play’ financeiro”.

  A subida dos capitais próprios atinge quase os três milhões de euros, mas o dirigente explicou que existem apenas 233 mil euros em ações disponíveis para subs-crição pelos sócios do Vitória, uma vez que o clube mantém a posse de 40 por cento da sociedade, com a “incorporação de 1,186 milhões de euros de suprimentos”, e Mário Ferreira continua a deter a maioria do capital.

  Os presentes elegeram também por unanimidade os órgãos sociais da SAD para o triénio entre 1 de Julho de 2016 e 30 de Junho de 2019, com Júlio Mendes a renovar o mandato como presidente do Conselho de Administração e Gustavo Ribeiro a substituir, no cargo de Secretário da Assembleia Geral, Hugo Costa e Silva, que saiu por "questões profissionais", avançou o responsável vitoriano.

  Os accionistas aprovaram igualmente por unanimidade a relocalização da sede social da SAD para o Estádio D. Afonso Henriques, sendo que apenas na votação da dispensa do caucionamento da responsabilidade dos administradores, prevista no artigo 396.º do Código das Sociedades Comerciais, houve uma abstenção.