S. João festejado pela primeira vez e na Igreja de Santa Maria

0
179
S. João festejado pela primeira vez e na Igreja de Santa Maria

S. João festejado pela primeira vez e na Igreja de Santa MariaCom a imagem oferecida por João Helena, agradecido às melhoras que sentiu na grave doença que o afectou, e nas preces que em desespero dirigiu a esse Santo, considera de autêntico milagre.

Teve lugar no penúltimo domingo, 28 de Junho, na igreja de Santa Maria dos Portugueses, em Pretoria West, a primeira festa em honra de S. João Baptista, de que aquele devoto e sua família foram os organizadores e festeiros. Iniciada com missa solene pelas 11 horas, celebrada pelo novo comendador, Frei Gilberto Teixeira, auxiliado nas funções pelos seus colegas, Frei Guido Felliceti e o diácono Manuel Carlos Nhaquila, seguida de procissão, os festejos prosseguiram pela tarde adiante no salão paroquial, onde depois do almoço servido a mais de quatrocentas pessoas, entre as quais o embaixador de Portugal, dr. João Ramos Pinto, os referidos franciscanos, e a presidente de “Os Lusíadas”, Paula de Castro, foi por António Correia de Freitas, que conduziu as actividades no arraial, feito o leilão de alguns artigos oferecidos com essa finalidade, encerrando com um animado baile ao som do conjunto musical “Estrelas da Madeira”.

 

De registar, como inovação, o acompanhamento ao acordeão pelo elemento do conjunto que ali atuou, Duerell de Pontes, ao grupo de meninas incumbido de proceder à colecta voluntária pelas mesas a seguir à refeição, cuja receita conseguida rondou os dezasseis mil e quinhentos randes. Para as boas vindas aos que nessa tarde ali conviviam, com destaque para o embaixador Ramos Pinto, que pela primeira vez visitava esta paróquia, com um importante património bem à vista de todos, usou em primeiro lugar da palavra o presidente do conselho paroquial, Ivo de Sousa, focando na sua intervenção alguns aspectos dignos de serem apoiados, caso do ensino de Português à miudagem que de várias nacionalidades frequenta a creche Imaculada Conceição, daquela mesma igreja de Santa Maria, não deixando por outro lado de lamentar o facto da RTP Internacional ter deixado, não se sabendo a que propósito, de transmitir a meia hora de noticiário diário da Ilha da Madeira, dando a entender deixar com isso decepcionada a vasta comunidade de origem madeirense, ao ficar privada das notícias da sua terra que todos vinham acompanhando  om muito interesse.

Felicitando a família de João Helena, pela maravilhosa festa que nesse dia organizara na paróquia, Ivo de Sousa aproveitou a presença ali de numerosa assistência, quanto a si em parte se devendo aos anúncios publicados no Século de Joanesburgo, para em relação aos idosos a viver no Centro de Dia S. Francisco de Assis, deixar o pedido aos que os visitam, para evitarem de lhes trazer bolos e outras doçarias, para assim não lhes agravarem com isso o estado de saúde, já que com o avançar da idade o doce acaba por ser prejudicial, especialmente aos que sofrem de doenças que com essas guloseimas é o seu mal agravado.