Revista em baixa notação de risco de Moçambique

0
16
Revista em baixa notação de risco de Moçambique

A agência Fitch Ratings deci-diu rever em baixa a notação de risco de Moçambique de “B+” para “B”, com uma pers-pectiva estável, informou re-centemente a agência em comunicado divulgado em Londres.

 No comunicado, a agência afirma que o perfil fiscal de Moçambique “deteriorou-se rapidamente ao longo do último ano, reflectindo défices or-çamentais elevados, um aumento rápido da dívida pú-blica, uma receita fiscal volátil e uma massa salarial a aumentar,”

 A Fitch Ratings reconheceu que o governo está a desenvolver esforços no sentido de travar as despesas de capital mas advertiu que a consolidação fiscal deverá ser gra-dual.

 Assim sendo, prevê que o défice orçamental se situe em 5,8% do Produto Interno Bruto no período de 2015 a 2017, valor bem acima da média de 3,6% registada de 2011 a 2013.

 A agência mencionou o facto de a dívida pública ter aumentado parcialmente devido a uma desvalorização de 40% da moeda nacional, o metical, mas recordou que 80% dessa dívida está denominada em divisas.

 Por isso, a Fitch Ratings an-tecipa que a dívida pública em percentagem do PIB atinja no final de 2015 o valor mais elevado dos últimos 10 anos com 61,6%, que compara com 37,6% em 2011.

 A agência afirmou, no entanto que, pesem embora estas dificuldades, as perspectivas económicas de Moçambique mantêm-se elevadas, apoia-das por investimentos, uma força laboral crescente e a ex-ploração de vastos depósitos de gás natural.