Rendeu mais de 50.000 randes a angariação de fundos da Beneficência do Kwazulu-Natal Trust

0
48
Comunidades

Realizou-se no penúltimo domingo, dia 1 de Maio, um almoço na Associação Portuguesa do Kwazulu/Natal para a angariação anual de fundos para a Sociedade Portuguesa da Beneficência do Kwazulu/ Natal Trust.

 Estiveram presentes no almoço cerca de 255 pessoas de vários locais da província. Foi gratificante ver muitas pessoas pela primeira vez a suportar a angariação de fundos e para saborear o almoço. Também foi com muita satisfação que se registou a presença de Manuel das Neves, o primeiro presidente desta instituição em Durban.

 A presidente da Direcção da Sociedade Portuguesa de Beneficência Kwazulu/Natal Trust, Luísa Serrão, deu as boas vindas e agradeceu a presença de todos. O objectivo é incentivar as pessoas idosas a viver como membros  independentes da Comuni-dade. Valorizamos os idosos e fazemos o nosso melhor para auxiliá-los – disse a oradora.

 Continuou salientando que a Beneficência não seria possí-vel sem o generoso patrocínio que recebe de empresas locais, benfeitores individuais e organizações, como o Food Lovers Market, Royal Butchery, Meat Market, Four Oceans Seafood Wholesalers, North Beach Spar, El Firenze Restaurante,  Representação da Comunidade Madeirense de Durban, para mencionar alguns.

  Luisa Serrão também expressou a sua gratidão e apresentou um grande obrigado a todas as senhoras e senhores que auxiliaram na decoração do salão, na preparação da refeição, confecção de bolos e venda de bilhetes.

 Terminou dizendo que sem a ajuda e apoio de todos não seria possível alcançar os resultados registados na angariação de fundos. “Obrigado por estarem disponíveis e darem generosamente o vosso tempo e talentos” – disse a presidente a concluir a sua ontervenção.

 Depois usou da palavra o cônsul honorário de Portugal em Durban, Elias de Sousa, que agradeceu a presença de todos os participantes neste almoço de angariação de fundos. Agradeceu aos membros da nova Comissão, mais uma vez liderada por uma senhora. Elias de Sousa salientou que concorda com a presidente da Beneficência, Luísa Serrão, que, sem ofensa para ninguém, é da opinião de que as senhoras estão muito bem preparadas quando se trata de prestar carinho aos mais idosos.

 Mencionou que se sentia a ausência da ex-presidente, professora Gilda de Freitas, que por motivos de saúde não pode estar presente. “Devemos lembrar-nos dela nas nossas orações para que tenha uma rápida recuperação” – disse.

 Expressou igualmente a sua gratidão aos patrocinadores, a todos que auxiliaram na organização do convívio e à APKZN for ceder as instalações para este evento. 

  Realizou-se um leilão de uma simples garrafa de whisky que foi oferecida e leiloada por três vezes resultando numa contribuição adicional de 13.000 randes aos lucros. Finalmente, foram vendidas rifas, com muito sucesso, tendo os prémios sido entregues às pessoas que tiverem a sorte de ganhar e que estiveram presentes participando no almoço.

 O lucro do almoço, leilão e rifas totalizou mais de 50.000 randes.

 Foi um grande almoço, com sucesso, excelente organização, num ambiente de solidariedade para auxiliar e ajudar os mais carenciados.

 Com este evento provou-se que nós temos os nossos valores e que aquilo que fazemos pode ser bom para os mais carenciados. Também ficou provado que os membros da nossa comunidade precisam de ser motivados e integrados para prestar mais e melhor ajuda.

 Foi um dia inesquecível com a presença de alguns dos nossos conterrâneos mais idosos. A festa continuou até muito tarde.