Reis Magos comemorados na Igreja de Santa Maria

0
89

 Organizado por Maria da Luz de Jesus, foram pelo grupo coral que como maestrina dirige na igreja de Santa Maria dos Portugueses, em Pretória West, e a que se lhes juntaram Sizalda dos Reis, Cecília e Teresa de Sousa, cantados os “Reis” no decorrer da eucaristia celebrada pelo Frei Gilberto Teixeira, na manhã do  domingo, 5 de Janeiro, em cujo desfile do ofertório, com os três jovens Tiago, Frank e Ro-mário, pelos seus trajes a representarem os Reis Magos, depositados junto ao presépio montado ao lado do altar, certos presentes e algum dinheiro.

 É uma tradição que se vem repetindo anualmente por esta ocasião, nesta igreja católica portuguesa, bem demonstrativa do carinho e respeito da comunidade paroquial por esta comemoração alusiva aos Reis Magos.

 O dia de Reis, comemorado anualmente a 6 de Janeiro, data em que segundo a tradição cristã recorda o dia em que os Reis Magos, avisados do nascimento e guiados por uma estrela, encontraram o Menino Jesus.

 De acordo com a narração bíblica, esses reis, chamados de Belchior, Gaspar e Baltazar, presentearam o Deus Menino, com ouro, incenso e mirra.

 Cada presente com um significado diferente, a revelar não somente a identidade, como a missão de Jesus, assim também cada Rei Mago a representar uma região, e juntos a humanidade, Belchior a Europa, Gaspar a Ásia e Baltazar a África, isto porque foram desses locais que cada um deles partiu, rumo a essa longa viagem.

 O Melchior ou Belchior partiu da Europa, levando ouro ao Messias, rei dos reis. O ouro simbolizava a nobreza e era oferecido apenas aos Deuses; o incenso levado por Gaspar da Ásia, como alusão à sua divindade. Os incensos são queimados há milhões de anos para aromatizar os ambientes, espantando insectos e energias negativas, além de representar a fé e a espiritualidade; e a mirra levada por Belchior, um arbusto originário da sua região, onde é extraída uma resina, pelas suas características indicado para preparação de medicamentos.  

 Tradicionalmente a festa dos Reis encerra a quadra natalícia. Por isso é que nesse dia a árvore de Natal é desmontada, bem como são guardados todos os enfeitos e símbolos alusivos à época.

 De acordo com a lenda, o africano Baltasar, de 30 anos, o asiático Gaspar de 15, e o europeu Belchior de 40, foram os primeiros a visitar o menino Jesus, e descobrindo que se tratava do nascimento de um rei, indicativo da Estrela de Belém que os guiou, e antes mesmo de partirem em busca de Cristo, foram ao palácio do rei Herodes, em Jerusalém. Este que nada sabia, sentindo-se alarmado, pediu aos magos que o encontrassem.

 Em Portugal, onde na noite de 5 para 6 de Janeiro, as pessoas andam em grupo de casa em casa a cantar versos alusivos ao evento, onde nelas são recebidos com petiscos e licores, assim como há um bolo típico dessa quadra, o bolo-rei, nele sendo colocada na sua confecção uma fava, e geralmente quem apanha a fatia contendo essa fava, obrigado a comprar o do ano seguinte, enquanto noutras é comum as pessoas no dia de Reis dizerem popularmente que colocar três caroços de romã na carteira, aumenta a chance de o dinheiro não lhe faltar durante o ano.

 

* Simpatia dos  Reis Magos para boas energias

 

 No dia dos Santos Reis faça esta simpatia para trazer sorte, amor e dinheiro, paz e o alívio de sofrimentos. Escreva com lápis no batente superior da porta de entrada de casa, os nomes dos Reis Magoas (Baltazar, Gaspar e Belchior), um ao lado do outro. Faça a oração abaixo indicada para protecção da casa e da família:

 “Assim como trouxeram luz para Jesus, que tragam boas energias para minha casa, protegendo os meus familiares. Amém”.