Receitas fiscais crescem 16,8% em Portugal

0
175
Receitas fiscais

Receitas fiscaisAs receitas fiscais do Estado subiram 16,8 por cento entre janeiro e abril, face a período homólogo de 2010, beneficiando de um aumento da receita com o IVA de 745,1 milhões de euros.

 De acordo com os dados divulgados na sexta-feira, em comunicado, pelo Ministério das Finanças, a variação das receitas com impostos deve-se essencialmente ao crescimento das receitas com impostos indirectos, que terá sido na ordem dos 33,3 por cento.
 Dentro deste segmento, o que mais contribuiu para o crescimento foi a receita com IVA, de 745,1 milhões de euros, influenciada pelo aumento de um ponto percentual nas taxas de IVA em julho de 2010, e de novo aumento que entrou em vigor no início deste ano, de dois pontos percentuais na taxa normal de IVA, de 21 para 23 por cento.

 Nos restantes impostos indiretos, apenas o imposto sobre o tabaco (mais 36,7 milhões de euros) e o imposto único de circulação (mais 5,8 milhões de euros), apresentam valores mais positivos que nos primeiros quatro meses de 2010, enquanto ISP, ISV, IABA (Imposto sobre o Álcool e Bebidas Alcoólicas) e imposto de selo apresentam quedas.

Também os impostos directos apresentaram uma melhoria neste período (beneficiando também de aumentos decretados nos diversos pacotes de austeridade), com o IRS a apresentar uma melhoria de receita de 673,6 milhões de euros, para os 2.870,8 milhões de euros, enquanto o IRC apresenta uma melhoria de 193,3 milhões de euros, para os 736,9 milhões de euros.
 A receita não fiscal apresenta também uma melhoria de 212,8 milhões de euros, para os 1.10,5 milhões de euros.