Real e Atlético anulam-se e deixam o FC Barcelona mais líder

0
39

O FC Barcelona foi no sábado o grande ‘vencedor’ do dérbi madrileno, que terminou com um empate a zero entre Atlético de Madrid e Real Madrid, distanciando-se ainda mais na liderança da liga espanhola de futebol.

Empatados na tabela classificativa, os ‘velhos inimigos’ não aproveitaram para descolar um do outro –  têm ambos 24 pontos – e atrasaram-se em relação ao ‘Barça’, que tem agora dez pontos de vantagem.

No primeiro dérbi a ter como palco o novíssimo estádio Metropolitano, as equipas da capital prolongaram a sua travessia errática no campeonato espanhol, nu-ma noite em que as suas ‘estrelas’, o francês Antoine Griezmann, e o português Cristiano Ronaldo, voltaram a demonstrar o seu ocaso.

A ‘estrela’ lusa do Real Madrid bem tentou chegar ao golo, servindo Toni Kroos, aos 32 minutos (a bola embateu no poste esquerdo), e rematando para defesa do sempre atento Jan Oblak (35).

Os ‘blancos’ voltaram a estar perto do golo dois minutos depois, contudo o cabeceamento de Sergio Ramos saiu ao lado e deixou o capitão ‘madridista’ lesionado – na tentativa de cortar a bola, Gabi Fernández cabeceou o nariz do seu adversário, que ainda tentou manter-se em campo, mas acabou substituído ao intervalo.

 

A passagem pelos balneários fez mal aos visitantes, que perderam o seu caudal ofensivo e adormeceram ainda mais um jogo no qual o Atlético de Madrid criou uma única ocasião clara de golo, logo aos quatro minutos, por intermédio de Angel Correa – o remate passou a centímetros do poste direito da baliza defendida por Casilla.

Muito irrequieto, Toni Kroos tentou despejar bolas para a área, encontrando o intermitente Ronaldo, que cabeceou por cima da barra, aos 89.

O nulo entre os madrilenos beneficia o FC Barcelona que, com 34 pontos, assume-se cada vez mais como o favorito a vencer o título espanhol. O Real Madrid mantém-se no terceiro lugar e o Atlético no quarto, com menos dez pontos.

No outro encontro da 12.ª jornada disputado esta noite, o Sevilha venceu o Celta de Vigo por 2-1 para subir, provisoriamente, ao quinto lugar de ‘La Liga’.

Maxi Gómez ainda adiantou os visitantes, aos 13 minutos, mas Muriel (36) e o ex-benfiquista Nolito (48) garantiram o triunfo para os andaluzes.

O Sevilha subiu à quinta posição do campeonato espanhol, com 22 pontos, enquanto os galegos se mantêm no meio da tabela, mais concretamente no 12.º posto, com 14.