Quatro bancos portugueses com exposição de 1.739 ME à dívida grega e 16.629 ME à portuguesa

0
66
bancos portugueses

bancos portugueses Os quatro bancos portugueses testados tinham no, final de Março, uma exposição à dívida pública grega de 1.739 milhões de euros e de 16.629 à dívida pública portuguesa, de acordo com os resultados dos testes de resistência divulgados.

 A Caixa Geral de Depósitos tem uma exposição à dívida grega estimada em 56 milhões de euros, o BCP de 718 milhões, o ESFG – Espírito Santo Financial Group (´holding’ que controla o BES) em 464 milhões e o BPI em 501 milhões de euros, num total acumulado de 1.739 milhões de euros.
 De acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal, os quatro bancos portugueses, que passaram nos testes de resistência, têm ainda uma exposição à dívida de Portugal estimada no final de março deste ano em 16.629 milhões de euros.

 Assim, a exposição à dívida pública nacional é de 6.765 milhões de euros na Caixa Geral de Depósitos, de 953 milhões no caso do BCP, de 4.688 milhões no caso do ESFG, enquanto que o BPI tem uma exposição de 4.223 milhões de euros.

 De acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal, os quatro bancos portugueses testados tinham, no final de março, uma exposição de 24.326 milhões de euros às dívidas públicas da administração central e local dos países do Espaço Económico Europeu.
 Apenas sete dos 91 bancos testados não passaram os testes de resistência das autoridades europeias, dos quais um alemão, um grego e cinco caixas espanholas.