PT “compra” apoio de Figo ao PS por 750 mil euros

0
158
PT

PTO alegado acordo para o apoio do ex-jogador Luís Figo à campanha do PS, no âmbito das escutas do processo Face Oculta, domina a imprensa diária portuguesa.

 “Assim falam os boys” é o título da manchete do semanário Sol, que publica escutas de conversas entre os socialistas Paulo Penedos e o actual secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrello, a propósito de um alegado negócio com Luís Figo, em troca do apoio do ex-jogador nas eleições legislativas de Setembro passado.

 Sobre o mesmo assunto, o semanário destaca ainda “DIAP abre inquérito por corrupção e infidelidade”.
 O Correio da Manhã, por sua vez, diz “Negócio PT-Figo pago a offshore”, além de “Magistrado aconselhou Pinto Monteiro a abrir inquérito a José Sócrates”.

  Segundo a edição do jornal Correio da Manhã, “o ex-futebolista Luís Figo recebeu 750 mil euros da PT pouco tempo depois de acertar a sua participação na campanha eleitoral de José Sócrates”.

 Também sobre o caso Face Oculta e sob o título “Atentado ao Estado de Direito”, o Diário de Notícias “publica na íntegra e compara as conclusões dos despachos” de Marques Vidal, procurador do DIAP de Aveiro, e de Pinto Monteiro, procurador geral da República.
 “Isaltino: ‘Já pedi informações sobre o contrato do Taguspark com Figo’” e “PT quer auditoria rápida e Soares Carneiro ainda é incómodo” são outros títulos do DN.
 O i destaca “Face Oculta: PT foi a única empresa que Governo não quis inspecionar” e o Jornal de Notícias titula “Procurador ilibou todos os suspeitos”.

 O Público salienta “Sócrates passa ao ataque e diz que acusações sobre os media são delirantes”, o Diário Económico titula “Sócrates diz que não se demite por causa do caso TVI” e o Jornal de Negócios escreve “Entidade das Contas faz auditoria a dinheiros das eleições, acrescentando “Participação de Figo na campanha do PS suscita atenção” e “José Sócrates nega envolvimento no negócio da TVI”.
  O 24horas salienta “Sócrates não se demite… e diz-se farto de ‘mentiras’”.

Buscas na PT

 Paulo Penedos, assessor da Portugal Telecom e arguido no processo Face Oculta, negou que as buscas na PT estejam relacionadas com as alegadas contrapartidas concedidas a Luís Figo, afirmou o seu advogado.
 Em comunicado, Ricardo Sá Fernandes afirma que desde 28 de outubro que Paulo Penedos não tem gabinete na PT, “o que ocorreu logo após uma busca que aí foi realizada no âmbito da operação Face Oculta”.

 O advogado de Paulo Penedos diz que nessa busca “foi apreendido tudo o que foi considerado relevante, nada lhe tendo sido apreendido que tenha a ver” com contrapartidas alegadamente concedidas a Luís Figo, noticiadas pela imprensa.

 “Não faz qualquer espécie de sentido a referência a que tenham sido apreendidos na-quele gabinete documentos relativos ao caso, relacionando-os com o dr. Paulo Penedos, porque pura e simplesmente isso não pode ser verdade, já que o dr. Paulo Penedos nunca lá teve ou guardou documentos relacionados com esse assunto”, afirma Ri-cardo Sá Fernandes.