PSD e CDS já têm acordo político e novo Governo pode tomar posse antes do dia 23

0
66
PSD e CDS

PSD e CDSO acordo político entre o PSD e CDS "já está fechado", faltando apenas acertar pormenores. A edição de sábado do jornal ‘i’ avança em manchete que "o acordo político entre PSD e CDS já está fechado", faltando apenas "algumas afinações finais" para que o documento fique concluído, tendo o ponto mais quente sido a discussão em redor do cargo a atribuir a Fernando Nobre, que os sociais-democratas apontavam para presidente do Parlamento e com o que os centristas não concordam.

 A verificar-se a conclusão das negociações políticas, estas encerram antes de conhecidos os resultados finais das eleições no passado dia 5, o que vai ao encontro dos apelos de urgência do Presidente da República, Cavaco Silva, que admitiu sexta-feira que a posse do novo Governo poderá ocorrer "antes de dia 23", data de início do Conselho Europeu.

 Cavaco Silva tem audiências agendadas com os cinco partidos com assento parlamentar entre terça e quarta-feira.
 O acordo político que servirá de base para o entendimento durante quatro anos não será muito diferente do acordo de 2002 com Durão Barroso, embora com algumas diferenças, escreve o jornal. "Não vamos inventar a pólvora que já se inventou", disse ao ‘i’ fonte próxima da negociação.
 O programa de governo terá de ser entregue até dez dias após a tomada de posse para depois ser discutido no Par-lamento.

* Cavaco silva recebe Partidos em  audiências

 O Presidente da República recebe na terça-feira o PEV, BE e PCP, enquanto na quarta-feira irão ter lugar os encontros com o CDS-PP, PS e PSD, indica uma nota de Belém.
 De acordo com a nota da Presidência da República, a primeira audiência será com o partido ecologista Os Verdes, às 15:00.
 Às 16:00, o chefe de Estado irá receber o Bloco de Esquerda, enquanto para as 17:00 está agendado o encontro com o PCP.
 Na quarta-feira, o CDS-PP será recebido pelo Presidente da República às 10:00, seguindo-se às 11:00 a audiência com o PS.

 O último encontro de Cavaco Silva com os partidos políticos representados na Assembleia da República está marcado para as 12:00, com o PSD.
 A realização das audiências com os partidos com assento parlamentar já tinham sido anunciados na quinta-feira pelo Presidente da República, que adiantou que só depois desses encontros é que o novo primeiro-ministro será indigitado.
 “Já convoquei os partidos políticos para os receber na próxima terça e quarta-feira, só depois se seguirá a indigitação e só depois se seguirá a nomeação do novo primeiro-ministro e do seu Governo”, afirmou o chefe de Estado.

 “Os contactos por mim estabelecidos, tal como o presidente da Assembleia da República, há uma indicação que se não surgir algo confuso, difícil na contagem de votos dos círculos da emigração, essa posse pode ter lugar antes do dia 23, mas nos termos da lei depende se surgirem ou não recursos na contagens dos votos da emigração”, afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva.