Programação do 50º.aniversário da Academia-Mãe foi o tema forte dos trabalhos do Congresso Regional

0
71
Programação do 50º. aniversário da Academia-Mãe foi o tema forte dos trabalhos do Congresso Regional

Fundada em Junho de 1968, a Academia do Bacalhau de Joanesburgo, também conhecida por Academia-Mãe, celebra dentro de dois anos as Bodas de Ouro e a programação do evento foi o tema principal do Congresso Regional das Academias do Bacalhau de África, que teve lu-gar no passado dia 16 de Abril no Hotel Girassol em Maputo.

 O programa do Congresso Regional decorreu integrado nas celebrações do 25.º aniversário da Academia do Bacalhau de Maputo, revestindo-se desta forma de muita pompa e cerimónia.

 Participaram nos trabalhos os presidentes das Academias de Joanesburgo, Maputo, Beira e Pietermaritzburgo, tendo este representado igualmente  a Academia de Durban. De realçar ambém a presença do presidente honorário e fundador das Academias, Durval Marques, assim como dos compadres  presidentes honorários, Adriano Leão, de Joanesburgo, e Capucho Paulo, de Maputo, e dos compadres honorários José Vieira Pereira e João Carreira, da Academia-Mãe.

 Depois das boas-vindas dadas pelo presidente da Academia anfitriã, compadre Mouzinho Lopes, deram-se início aos trabalhos tendo o compadre José Contente, actual presidente da Academia-Mãe, lido a acta com o resumo do Congresso anterior, realizado o ano passado em Pretória, prosseguindo-se com as intervenções de todos os presentes na apresentação de opiniões e discussão dos respectivos temas.

 Os pontos de relevo concentraram-se à volta da implementação das normas funda-doras por parte todas as tertúlias e na necessidade de uma sintonia e uniformidade de funcionamento das Academias.

 O cumprimento do pagamento de quotas e jóias por parte dos compadres e das Academias foi novamente reforçado, tendo sido proposta a criação de uma jóia inicial, em montante a definir, no acto de admissão de novos compadres e comadres.

 A aproximação da celebração dos 50 anos da fundação da Academia-Mãe e a necessidade de se começar a trabalhar no sentido de ser organizada uma festa condigna mereceu a intervenção de alguns dos participantes no Congresso Regional e a apresentação de duas propostas: a criação de uma Comissão para a organização do 50.º aniversário da Academia do Bacalhau de Joanesburgo, com a participação de todos os que estejam geograficamente mais próximo da capital do Rand, e a publicação de um livro com a história dos 50 anos deste movimento tertuliano, com a colaboração das 57 Academias existentes até à data, no qual cada uma será responsável por um capítulo com a sua própria história.

 No decorrer dos trabalhos do Congresso, foi distribuída pelo compadre José Contente uma cópia do programa já elaborado para o Congresso Mundial das Academias do Bacalhau, que se realiza na cidade alentejana de Estremoz entre os dias 9 e 11 de Setembro.

 Agradecendo a presença, participação e interesse demonstrado por todos os presentes, o presidente da Academia do Bacalhau de Maputo, Mouzinho Lopes, deu por encerrados os trabalhos por volta das 13 horas.

Seguiu-se um almoço de convívio que reuniu cerca de 40 compadres e comadres no Restaurante Zambi, na margi-nal da baixa da cidade.