Príncipe jordano oficializa candidatura à presidência da FIFA

0
39
Príncipe jordano oficializa candidatura à presidência da FIFA

O príncipe jordano Ali apresentou oficialmente a sua candidatura à presidência da FIFA, para suceder ao suíço Joseph Blatter, anunciou a sua equipa em comunicado ora divulgado.

  “Quinta-feira o príncipe Ali bin Hussein entregou formalmente a sua candidatura à presidência da FIFA, conforme as regras eleitorais e os estatutos da FIFA em vigor”, refere o comunicado, sem precisar o nome das cinco federações que o apoiaram.

  “Por respeito para com as federações nacionais que apoiaram a sua candidatura, ele decidiu deixar-lhes decidir quando e como tornam o seu apoio público”, diz a mesma nota citada pela agência de notícias francesa AFP.

  O príncipe Ali é o segundo candidato a formalizar a candidatura, depois de Michel Platini, líder da UEFA, que o fez no dia 8, poucos minutos apenas antes de ser suspenso por 90 dias pelo Comité de Ética do organismo que rege o futebol mundial.

  O prazo para entrega de candidaturas à presidência da FIFA, cujas eleições se realizam a 26 de Fevereiro de 2016, termina a 26 deste mês.

  Blatter e Platini foram suspensos em consequência da implicação no escândalo de corrupção que atingiu a instituição.

 

* Ingleses suspendem apoio  à candidatura de Platini  à presidência da FIFA

 

A Federação Inglesa de Futebol (FA) suspendeu o apoio à candidatura de Michel Platini à presidência da FIFA, após ter “recebido mais informações” dos advogados do líder da UEFA, suspenso provisoriamente por implicação no escândalo de corrupção.

  “A FA recebeu mais informações dos advogados do senhor Platini sobre este processo. Fomos instruídos que essa informação deve manter-se confidencial e por isso não entraremos em detalhes”, indica a federação inglesa, em comunicado divulgado no seu sítio oficial na Internet.

  A FA diz que continua a subscrever o comunicado emitido pela UEFA na quinta-feira, em defesa do presidente do organismo europeu, mas “concluiu que deve suspender o apoio à candidatura do senhor Platini à presidência da FIFA até que esteja concluído o processo legal”.