Presidente Guebuza diz que projecto polémico agrácio com Brasil e Japão vai beneficiar agricultores

0
53
Presidente Guebuza diz que projecto polémico agrácio com Brasil e Japão vai beneficiar agricultores

O Presidente moçambicano, Armando Guebuza, elogiou em Maputo o projecto agrário entre o país, Brasil e Japão, contestado pelas associações moçambicanas de camponeses, salientando que a iniciativa visa beneficiar os agricultores moçambicanos.

 

 O ProSavana, nome que designa um projecto de cooperação no sector agrário entre Moçambique, Japão e Brasil, é muito criticado pelas associações de agricultores moçambicanos, porque alegada-mente vai desencadear a expropriação de terras de camponeses e pobres e degradar as condições de vida da população nas comunidades do centro e norte de Moçambique, onde será implementado.

 Em declarações à imprensa, ao lado do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, no quadro da visita de dois dias  a Moçambique, Armando Guebuza, congratulou-se com o ProSavana, apontando-o como exemplo de cooperação internacional para o desenvolvimento.

 “O ProSavana vai aumentar os índices de produtividade agrícola dos nossos compatriotas”, disse Armando Guebuza, numa curta referência inserida na declaração à imprensa, sem direito a perguntas.

 Por seu turno, o primeiro-ministro japonês não fez qualquer menção ao ProSavana na alocução à imprensa, direcionando a sua intervenção ao balanço da cooperação, que considerou positiva, e às oportunidades de alargamento das relações com Moçambique.