Presidente angolano assume compromisso de elevar o nível das relações com Portugal

0
166
Relações Angola Portugal

Relações Angola PortugalO presidente angolano, José Eduardo dos Santos, levou de Lisboa o compromisso de expansão do investimento português, deixando a ambição de elevar a nível “estratégico” as “excelentes” relações bilaterais e a promessa de agilizar a concessão de vistos.

Fundamental para impulsionar o investimento portuguêsem Angola, já o quarto maior parceiro comercial luso, será o novo banco de investimento da petrolífera Sonangol e do banco público Caixa Geral de Depósitos, que arranca na segunda metade do ano, com um capital inicial de mil milhões de dólares, cerca de 800 milhões de euros.

Trata-se, nas palavras do presidente da Caixa, de “um banco de fomento que vai apoiar o desenvolvimento de projectos de infra-estruturas, mas também industriais e agrícolas em Angola, assegurando a participação das empresas nesses projectos”.

Além do acordo para a criação desta instituição financeira para sustentar a modernização infra-estruturas de Angola, nesta fase inicial presidida pela Sonangol, foram assinados acordos de crédito às exportações portuguesas, e ainda um na área do ensino. O primeiro duplica para mil milhões de euros a cobertura de riscos de crédito à exportação de Portugal para Angola, outro uma linha de crédito de 500 milhões de euros. (…)