Português língua de opção na Zâmbia

0
88
Zâmbia

ZâmbiaA Zâmbia vai assinar em breve um Acordo com Portugal para que o Português passe a ser língua de opção no currículo escolar zambiano com um projecto de formação de professores zambianos financiado pelo Governo Português – declarou ao “Século” o secretário de Estado das Comunidades no final da sua visita quarta-feira passada a Lusaca.

 O dr. António Braga adiantou à Reportagem do nosso Jornal que “dentro de duas semanas vai ser apresentada a proposta escrita para  a concretização do Acordo, cuja versão lusa, a ter a anuência do Governo da Zâmbia fará com que em breve haja a respectiva assinatura em Lusaca ou em Lisboa”.
 Solicitado pelo “Século” a explicar o surgimento desta importante iniciativa, o dr. António Braga, referiu que “no ano passado, numa das conferências internacionais em Adis Abeba, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Luís Amado, foi aproximado pelo seu homólogo da Zâmbia, que manifestou o interesse do Governo de Lusaca em implementar o ensino de Português no país, dado o facto de este fazer fronteira com os dois maiores países africanos de língua portuguesa, Angola e Moçambique”.

 Por a Língua Portuguesa se integrar na prioridade estratégica do programa do executivo de Lisboa para a diáspora portuguesa e os respectivos países de acolhimento, começou-se desde logo a trabalhar neste projecto para que o Português seja língua de opção no currículo escolar oficial da Zâmbia, providenciando Portugal a formação de professores zambianos para ensinar Português.
 Na visita de um dia a Lusaca, o secretário de Estado das Comunidades foi acompanhado pelo dr. João Teotónio Pereira, sub-director geral dos Assuntos Consulares.

 O dr. António Braga avistou-se com o vice-presidente da República da Zâmbia (que exerce as funções de 1.º ministro) tendo as autoridades de Lusaca sublinhado o grande investimento português em Angola, pedindo ao governante de Lisboa os bons ofícios do Governo Português para que empresas portuguesas também façam investimentos na Zâmbia.

 Durante o encontro foi igualmente abordado o Protocolo de Consultas Políticas a nível dos Ministérios dos Negócios Estrangeiros de Portugal e da Zâmbia.