Portugal sobe dois lugares no ‘ranking’ da FIFA e é quinto classificado

0
95

Portugal subiu duas posições e é quinto classificado no ‘ranking’ mundial da FIFA, publicado e que continua a ser liderado pela Bélgica, após as vitórias no arranque da Liga das Nações de futebol, sobre Croácia e Suécia.

A progressão da selecção portuguesa no ‘ranking’ contrasta com a ‘queda’ da Croácia, atual vice-campeã mundial e adversária de Portugal na Liga das Nações, que perdeu, precisamente, com a equipa das ‘quinas’ e com a França.

A selecção orientada por Fernando Santos arrancou a competição, na qual é campeã em título, com triunfos diante dos croatas, por 4-1, a de Setembro, no Porto, e na Suécia, por 2-0,  a 8 de Setembro.

No ‘top 10’ da FIFA foram essas as principais mudanças, com Portugal em quinto – tendo ultrapassado também o Uruguai, que caiu para sexto – e a Croácia a descer do sexto para o oitavo, tendo sido ainda superada pela Espanha, atual sétima poscionada.

Com a Bélgica a manter-se na frente, seguem-se França (segunda colocada), Brasil (terceiro) e Inglaterra (quarta), mantendo-se a hierarquia dos últimos meses.

 

As selecções sul-americanas na ‘linha da frente’ mantêm-se nos mesmos lugares, com a Argentina em nono e a Colômbia, orientada por Carlos Queiroz, em 10.º, apesar de não terem ainda competição, com excepção do Uruguai.

Com a pandemia de covid-19 a condicionar o calendário mundial, foi a Liga das Nações que permitiu as primeiras mexidas substanciais, com a Rússia a ter duas vitórias na Liga B e a capitalizar a maior subida, da 38.ª posição para a 32.ª (seis lugares).

As antigas campeãs mundiais Itália e Alemanha tiveram subidas ligeiras, de um lugar, com os transalpinos em 12.º e os germânicos em 14.º.

Em outras selecções lideradas por técnicos portugueses, a Coreia do Sul, de Paulo Bento, subiu um lugar e é 39.ª, enquanto os Camarões, de António Conceição, e o Bahrain, de Hélio Sousa, mantiveram o 53.º e 99.º postos, respetivamente.

 

– ‘Ranking’ da FIFA a17 de Setembro:

 

  1. (1) Bélgica, 1.773.
  2. (2) França, 1.744.
  3. (3) Brasil, 1.712.
  4. (4) Inglaterra, 1.664.
  5. (7) Portugal, 1.653.
  6. (5) Uruguai, 1.645.
  7. (8) Espanha, 1.642.
  8. (6) Croácia, 1.628.
  9. (9) Argentina, 1.623

10.(10) Colômbia, 1.622

(…)

  1. (40) Coreia do Sul, 1.464.
  2. (53) Camarões, 1.413.
  3. (78) Cabo Verde, 1.318.
  4. (99) Bahrain, 1.225.
  5. (105) Moçambique, 1.200.
  6. (118) Guiné-Bissau, 1.155.
  7. (124) Angola, 1.136.
  8. (181) São Tomé e Príncipe, 923.
  9. (182) Macau, 922.
  10. (196) Timor-Leste, 879.