Porto empata sem golos com Borussia de Mochenglagbach

0
65
Porto empata sem golos com Borussia de Mochenglagbach

Porto empata sem golos com Borussia de MochenglagbachO FC Porto empatou sem golos com os alemães do Borussia Monchengladbach, no segundo jogo do período de estágio para a época futebolística 2011/12, no Nieder-rheinstadion, em Oberhausen, na Alemanha.

 O encontro ficou muito cedo condicionado por um bizarro tique autoritário do árbitro alemão Thorsten Kinhofer, que estragou o espectáculo e o propósito da partida expulsando Hulk aos 22 minutos.
 Uma decisão que foi, inclusive, muito criticada por Lucien Favre, treinador dos germânicos.
 Hulk começou por ser admoestado por alegadas palavras sobre uma decisão do árbitro e, de seguida, por aplaudi-lo por tão severa disciplina num jogo particular.

 Antes, o avançado brasileiro havia sido protagonista de duas grandes oportunidades de golo e um par de jogadas que estavam a valer os 15 euros pagos por cerca de 2.000 portugueses.
 Vítor Pereira, que até então tinha desenhado a equipa com a mesma filosofia da época anterior, nomeadamente na intermediária, com Souza a trinco, atrás de Ruben Micael e João Moutinho, foi obrigado a ajustes inesperados.
No reatamento, Kléber entrou para o lugar de Walter, lesionado no final do primeiro tempo, e Bracali substituiu Helton na baliza.
 Mesmo em inferioridade numérica, foram os "dragões" os primeiros a criar perigo no segundo tempo, com Varela a rematar para defesa apertada de Stegen e através de um desvio de cabeça de Kléber, que fez a bola passar a centímetros da barra.

Aos 56 minutos, Vítor Pereira trocou meia equipa, entrando Fucile, Otamendi, Fernando, Castro e Christian, que imprimiram mais frescura ao jogo portista.
Aos 59 minutos, Kléber surgiu isolado, mas o guardião germânico conseguiu defender o remate, tal como fez cinco minutos depois, quando Fucile tentou a sua sorte.
 Com menos um jogador, o FC Porto manteve o domínio territorial e os alemães apenas conseguiam jogar em contra-ataque.
 E a partida terminou com mais um lance mal decidido pelo árbitro, ao não assinalar uma grande penalidade a favor do FC Porto, por mão de um defesa na grande área.