Pelo menos 40 mortos em naufrágio no Norte de Moçambique

0
135

O acidente ocorreu no domingo, tendo sido confirmado à Agência Lusa na terça-feira 3 de Novembro pelo autarca de Pemba. Não se sabe ainda se entre os passageiros estavam deslocados de Cabo Delgado.

Pelo menos 40 pessoas morreram no penúltimo domingo, 1 de Novembro, na sequência do naufrágio de uma embarcação à vela entre as ilhas do Ibo e Matemo, no Norte de Moçambique.

  A informação foi avançada à Lusa pelo presidente do Conselho Autárquico de Pemba, Florete Simba Motarua, que explicou que a embarcação, que saía de Palma com destino a Pemba e que levava 72 pessoas, naufragou devido ao mau tempo e ao excesso de carga.

  “No local, perderam a vida 40 pessoas e 32 pessoas salvaram-se. Normalmente aqueles barcos levam 30 passageiros”, declarou Florete Simba Motarua.

  Outras fontes locais disseram à Agência Lusa que um número desconhecido de corpos foi encontrado nas margens da ilha do Ibo, o mesmo local onde alguns sobreviventes procuraram refúgio depois do naufrágio.

  Segundo o presidente do Conselho Autárquico de Pemba, a análise preliminar não esclarece se entre os passageiros estavam deslocados devido a violência armada no norte da província de Cabo Delgado.

  A capital de Cabo Delgado está desde meados de Outubro a receber uma vaga de deslocados, que viajam em barcos precários à Pemba, devido a novos ataques em distritos mais a Norte daquela província moçambicana.