Parlamento português saúda eleição de lusodescendentes para o Congresso norte-americano

0
42

 A Assembleia da República saudou na quinta-feira a eleição de quatro lusodescendentes para o Congresso norte-americano, através de um voto de congratulação apresentado e aprovado por PSD, PS e CDS-PP, com a abstenção dos restantes partidos.

 No texto aprovado, “a activa participação cívica e política dos lusodescendentes” é considerada um sinal “da importância, visibilidade e credibilidade da comunidade luso-americana nos Estados Unidos da América, cuja excelente integração na sociedade norte-americana é notória em todos os sectores”.

 Nas eleições de 6 de Novembro para o Congresso dos Estados Unidos da América foram eleitos quatro lusodescendentes para a Câmara dos Representantes: Devin Nunes e David Valadão, pelo Partido Republicano, e Jim Costa e Lori Trahan, pelo Partido Democrata.

 No voto de congratulação que apresentaram em conjunto, PSD, PS e CDS-PP referem que Jim Costa, David Valadão e Devin Nunes são os três de origem açoriana e “eleitos pelo estado da Califórnia”, enquanto Lori Trahan foi “eleita pelo estado do Massachusetts”.

 “Lori Loureiro Trahan é a primeira mulher lusodescendente a ser eleita para o Congresso americano, num acto eleitoral que irá ficar para a história por ter batido o recorde do maior número de mulheres eleitas. Serão cerca de 100 mulheres em 435 lugares na Câmara dos Representantes”, salientam.

 Com este voto de congratulação, o parlamento saudou igualmente a eleição de luso-americanos nas eleições estaduais e locais dos Estados Unidos da América.

 É dado destaque particular aos casos dos estados da Califórnia, onde “foram eleitos 54 candidatos de origem portuguesa, muitos deles pela primeira vez, subindo, assim, para 132 o número de lusodescendentes eleitos para cargos estaduais e locais só naquele estado” e de Rhode Island, onde “Peter Neronha venceu a eleição para procurador-geral estadual e Bob da Silva foi eleito Presidente da Câmara de East Providence”.

 “A Assembleia da República, reunida em sessão plenária, congratula-se pela eleição dos lusodescendentes nas eleições federais, estaduais e locais nos Estados Unidos da América, louvando a participação e representação política da comunidade luso-americana”, lê-se no documento.