Padroeira de Portugal e da Igreja de Santa Maria venerada em Pretória

0
114
Padroeira de Portugal e da Igreja de Santa Maria venerada em Pretória

Numa organização conjunta da Associação de Bem-Fazer “Os Lusíadas”, e do Grupo de Jovens “PIE” (People Into Evangelisation), teve lugar na paróquia de Santa Maria dos Portugueses, no penúltimo domingo, 4 de Dezembro, a tradicional festa em honra da Imaculada Conceição, padroeira de Portugal, e desta mesma igreja católica de Pretória West, que anualmente a vem venerando, sempre com grande afluência e testemunho de fé dos seus paroquianos.

 O programa para esta festividade, em que simultaneamente se comemorava o 10.º aniversário do Centro-Dia S. Francisco de Assis para idosos da comunidade, e se procurava recolher alguns fundos de apoio a Manuel Ribeiro, um considerado ainda jovem compatriota, que gravemente enfermo necessita de urgente transplante renal para conseguir sobreviver, abriu com missa solene seguida de procissão, cerimónias que estiveram a cargo do pároco desta igreja, Frei Gilberto Teixeira, do Frei Manuel Nhaquila e do Diácono Eveny, seguindo-se almoço de convívio e tarde recreativa no salão de festas da paróquia, em que participou um número a rondar as quatrocentas pessoas, e actuou Victor Tavares, encerrando com animado baile abrilhantado pelo DJ Vix.

 Depois das boas vindas e agradecimentos às presenças, em inglês por Paulo Sebastião, e em português por Zé de Olim, a primeira intervenção ali nessa tarde foi da presidente de “Os Lusíadas”, Paula de Castro, para depois de a todos saudar se referir ao significado dessa festa em louvor da Imaculada Conceição, e aos dez anos de exis-tência do Centro-Dia S. Francisco de Assis, passar a descrever a grave doença que atingiu o membro da nossa comunidade, Manuel Ribeiro, como salientou, a lutar desesperadamente contra a morte em hospital da cidade de Pretória, necessita de urgente transplante renal para conseguir sobreviver, daí o apelo à generosidade dos presentes, no donativo a oferecer por cada um, na colecta voluntária efectuada em seguida pelas mesas, uma vez que não havia preço estipulado para o almoço, já que todos os fundos que se conseguissem angariar nessa tarde, revertiam a favor do tratamento clínico que esse nosso compatriota necessita. 

 Elogiando a pronta adesão a esta iniciativa dos Jovens “PIE”, um grupo que a avaliar pelo espírito de solidariedade e sempre pronto a colaborar em justas causas, se pode considerar um exemplo uma comunidade, Paula de Castro – uma senhora em boa hora chegada aos Lusíadas, e como presidente da instituição tem dado provas dos seus do-tes de bem-fazer -, lembrou que a quadra natalícia não é só para férias e diversões, mas sobretudo para ajudar quem a nosso lado luta com dificuldades, como neste caso o de saúde de Manuel Ribeiro, com quem todos devemos estar solidários, e espera de-pois de recuperado voltar à sua vida normal e a conviver com a comunidade, a todos desejou um feliz Natal e próspero novo ano de 2012.
 A seguir foi a secretária da igreja de Santa Maria, Paula de Oliveira, a referir-se ao 10.º aniversário do Centro-Dia S. Francisco de Assis, que simultaneamente ali se comemorava, com estas palavras:

 Em 1998 surgiu a oportunidade da paróquia adquirir uma faixa de terreno paralela à igreja, em princípio com o propósito de alargar o seu parque de estacionamento, mas que depois de algumas reuniões surgiu a ideia alvitrada pela então secretária da paróquia, Rita da Silva, em se aproveitar essa parcela de terreno para construção de um lar para a terceira idade, sugestão de imediato apoiada pelo Frei Gilberto Teixeira, e a seguir com o parecer favorável do Conselho Paroquial, na altura liderado por Ivo de Sousa, não tardou a ser posto em prática, com o apoio da comunidade.
 Durante os dois anos que levou a construir o imóvel, não faltaram preocupações e do-res de cabeça para Rita da Silva e o pároco Frei Gilberto Teixeira –  ali distinguidos com lembranças -, que com determinação e muito trabalho tudo foi conseguido de modo a poder ser inaugurado a 2 de Dezembro de 2001, e passar a fazer parte integral do grande património da paróquia de Santa Maria dos Portugueses, em Pretoria Web.

 Nestes dez anos de existência, prosseguiu Paula de Oliveira, o lar tem acolhido mui-tos dos idosos que devido à actividade profissional dos seus mais directos familiares, os impede de cuidar convenientemente de si, optam pelo seu internamento neste centro, na certeza do bom acolhimento que ali lhes é proporcionado, daí na passagem do 10.º aniversário da instituição ser prestada justa homenagem à pessoa de quem partiu a ideia, aos que a apoiaram e depois puseram em prática, não esquecendo quem a dirige e nela trabalha, ao conselho paroquial, aos vários grupos pertencentes à igreja de Santa Maria, e outros, e no fundo a toda a nossa comunidade, pelo apoio e ajuda recebida nestes dez anos, pela sua utilidade, olhando ao fim a que se destina, hoje considerado um orgulho dos portugueses aqui radicados.

 Pela irmã religiosa, Maria da Conceição Carvalho, e o grupo de empregadas que diariamente trabalham no Centro-Dia S. Francisco de Assis, foram em palco entoadas as quadras preparadas para es-se dia, alusivas a esse lar de idosos, especialmente em ho-menagem a quem o construiu.
 No convívio, com razoável assistência, mas que se esperava muito mais, olhando ao fim a que se destinava, marcaram presença, vários jovens do grupo “PIE” liderado por Carlos Câmara; a presidente da Liga da Mulher Católica desta mesma igreja de Santa Maria, Lina Pereira; o presidente do conselho paroquial, Virgílio da Silva; o presidente da Confraria do Santís-simo Sacramento, António Correia de Freitas; e pelos Lusíadas, a presidente Paula de Castro, e apenas os membros Frei Gilberto Teixeira, Carlos Dias, Anacleto Guiomar, Joaquim Vicente Dias, Tony de Sousa Alegria, José da Silva, Manuel Ferreira de Castro e João Serradinho, foi por este último feito o leilão de parte dos artigos oferecidos com essa finalidade, já que por não serem arrematados pelo menos pelo seu justo valor, outros ficaram para voltar a ser leiloados numa próxima oportunidade.

 Nessa tarde e em relação ao aniversário do Centro-Dia e consequentes festejos que ali decorriam, ainda usaram da palavra o Frei Gilberto Teixeira, a ex-secretária da paró-quia Rita da Silva, e o actual presidente do conselho paroquial desta igreja de Santa Maria, Virgílio da Silva, cada qual destacando à sua maneira, o valor desse lar para idosos da comunidade, e consequentemente apoio dos Lusíadas e do grupo de jovens “PIE”, a essa festa em honra da Imaculada Conceição, onde cada um dos presentes, cada qual à sua maneira ou lhe foi possível, praticamente todos terão colaborado.