Padre português de Witbank (África do Sul) Nomeado Bispo de Tzaneen pelo Papa Bento XVI

0
15
Papa

Papa O Papa Bento XVI nomeou Bispo de Tzaneen, África do Sul, o Rev. Padre João Noé Rodrigues, do clero de Witbank, Pároco de Sacred Heart em Ackerville.

O novo Prelado sucede no governo pastoral da Diocese de Tzaneen a D. Hugh Patrick Slattery, M.S.C., que solicitou ao Santo Padre a renúncia das suas funções, a qual foi aceite pelo Vaticano no passado dia 28 de Janeiro, conforme o can. 401 § 1 do Código de Direito Canônico.

  Filho de pais madeirenses, naturais da Freguesia da Maloeira, o Rev. Padre João Noé Rodrigues nasceu na Cidade do Cabo a 8 de Março de 1955. Estudou no Seminário St. John Vianney, em Pretória. Sucessiva-mente, obteve o Mestrado em Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Urbaniana (1988) e um Master’s degree em espiritualidade na Universidade de Santa Clara na Califórnia (Estados Unidos).

  Foi ordenado sacerdote a 4 Julho de 1982 e encardenado na Diocese de Witbank. Depois da ordenação sacerdotal, desempenhou os seguintes cargos: 1982-1984: Reitor do Seminário Menor Luckau, Witbank e Capelão militar; Vigário paroquial de Sacred Heart, Ackerville, e depois pároco da Catedral Christ the King de Witbank; 1985-1990: Obteve o Mestrado em Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Urbaniana, em Roma; 1991-1993: Vice-Reitor e Professor no Seminário Maior Nacional St. John Vianney; 1994-1996: Pároco de Sacred Heart Parish, Ackerville; 1997-2002: Pároco da Catedral Christ the King de Witbank; 2003-2005: Obteve o Master em espiritualidade na Universidade de Santa Clara, CA, nos Estados Unidos; De 2005: Novamente Pároco de Sacred Heart Parish, Ackerville.

  Actualmente é também vigário forâneo da Highveld Deanery, professor meio período no Seminário Maior de St. John Vianney e Coordenador do programa catequético da Diocese de Witbank.

  A Diocese de Tzaneen, criada em 1972, é sufragânea da Arquidiocese de Pretória. Tem uma superfície de 49.500 quilómetros quadrados e uma população de 2,5 milhões de habitantes dos quais 50.000 são católicos. Contam-se 13 paróquias, 27 sacerdotes (4 diocesanos e 23 religiosos), 43 irmãs, 4 seminaristas maiores e 3 diáconos permanentes.