Padrasto de Fernando Pessoa foi o primeiro cônsul de Portugal no Natal

0
468

 O padrasto de Fernando Pessoa, João Miguel Roza, foi nomeado cônsul de Portugal na capital da Colónia Britânica no Natal, África do Sul, em 1895, assumindo as funções como o primeiro cônsul de Portugal no mesmo ano.

  A 13 de Junho de 1888 nasceu em Lisboa Fernando António Nogueira Pessoa , cujos pais eram Joaquim de Seabra Pessoa e Maria Magdalena Pinheiro Nogueira, que casaram a 5 de Setembro de 1887. A mãe teve uma educação distinta e aprendeu a falar alemão, inglês e francês. Tiveram dois filhos, Fernando e Jorge, que nasceu a 21 de Janeiro de 1893.

  O marido faleceu a 13 de Julho de 1893, deixando dois filhos de 5 anos e 5 meses de idade. Porém, Jorge faleceu a 21 de Janeiro de 1894 a poucos dias de completar um ano de idade. Um ano e meio mais tarde a mãe casou com João Miguel Roza e em 1896 saíram de Portugal para se juntarem ao marido e padrasto João Miguel Roza, que era cônsul de Portugal em Durban.

  A sede da Chancelaria do Consulado, assim como a residência da família era no n.º 157 da West Street, no centro da cidade de Durban, onde viveram durante aproximadamente dez anos. Durante a estadia em Durban nasceram quatro filhos: Henriqueta Magdalena Nogueira Roza, nascida em 1896 e faleceu aos quatro anos de idade, Maria Clara Nogueira Roza, nascida em 1899, Luís Miguel Nogueira Roza em 1901 e João Maria Nogueira Roza em 1903.

  Em 1905 João Miguel Roza, juntamente com a família, saiu de Durban e foi para Pretória, onde teve uma função diplomática por pouco tempo, regressando a Portugal.