Os Deolinda actuam em Setembro em Joanesburgo

0
166
Os Deolinda actuam em Setembro em Joanesburgo

Os Deolinda actuam em Setembro em JoanesburgoOs Deolinda – que actuam no próximo mês de Setembro em Joanesburgo no Festival of Arts – , Camané e Maria Amélia Proença foram distinguidos com os Prémios Amália Rodrigues-2011.

 Os fados interpretados em “Do Amor e dos Dias” valeram ao fadista Camané o prémio de melhor álbum do ano pela Fundação Amália Rodrigues, cuja lista de galardoados da sexta edição foi revelada em Lisboa.

 “Do Amor e dos Dias” foi editado em Setembro do ano passado e nele Camané dizia que cantava “crónicas do quotidiano do amor”.
 Camané já tinha sido distinguido antes pela Fundação Amália Rodrigues, quando foi eleito o melhor intérprete masculino de fado em 2005, na primeira edição dos prémios.

 Quem também volta a ser distinguido pela fundação é o fadista Ricardo Ribeiro, prestes a completar 30 anos.
 Ricardo Ribeiro, que tem em Fernando Maurício uma das principais referências, é este ano considerado o melhor intérprete, seis anos depois de ter sido o artista revelação, na primeira edição dos Prémios Amália.

 Este ano, a fundação atribuiu ainda o prémio de carreira à fadista Maria Amélia Proença, que está a cumprir 60 anos de vida ligada ao fado.
 Os Deolinda recebem o prémio Amália “Música Popular” e José Manuel Osório, o de ensaio e divulgação do fado.
 O prémio de melhor instrumentista é entregue a Paulo Parreira, 40 anos, filho do guitarrista António Parreira, que já acompanhou artistas como Aldina Duarte, Maria da Fé e António Zambujo. Ana Marta, que integra o projeto Três Vozes no Fado ao lado de Anita Guerreiro e Francisco Sobral, foi eleita a artista revelação.

 Tiago Torres da Silva, que escreveu letras para fados para Mafalda Arnauth, Joana Amendoeira, António Zambujo, Carminho, Raquel Tavares e Dulce Pontes, é agora recompensado com o prémio “Composição/Poesia”.
 Os prémios Amália Rodrigues foram criados para reconhecer os melhores intérpretes, instrumentistas, compositores e divulgadores do fado ao longo de um ano.