Organização lusófona nos EUA recebe fundos estaduais para apoiar vítimas de violência

0
98

  A Aliança para as Comunidades de Língua Portuguesa em Massachusetts (MAPS), nos Estados Unidos da América, vai receber fundos de 45 mil dólares do gabinete estadual de assistência às vítimas de violência, para dar apoio habitacional a sobreviventes.

  A Massachusetts Aliance for Portuguese Speakers anunciou, em comunicado, que deverá receber 45 mil dólares (mais de 37 mil euros) do Gabinete de Assistência às Vítimas de Massachusetts (MOVA, na sigla em inglês), em “subsídios de emergência para fornecer serviços de estabilização de habitação para vítimas de crime”.

  Os fundos distribuídos pelo MOVA provêm do comité federal dos EUA para apoio às vítimas em todo o país e vão ser divididos para financiar abrigos de emergência e suportar custos de realojamento, aluguer e serviços, transporte de clientes e artigos de necessidade básica para as vítimas.

  “Temos assistido a um aumento substancial do número de casos [de violência] nas nossas comunidades desde o início da pandemia, e é essencial que estas vítimas sejam completamente apoiadas”, disse Dulce Ferreira, directora de Serviços de Violência Doméstica e de Abuso Sexual da MAPS.

  “Estamos muito gratos por este financiamento adicional, que será crucial para nos ajudar a prevenir o desalojamento entre centenas de vítimas de crime nas nossas comunidades”, acrescentou a responsável.

  No total, 30 entidades do estado de Massachusetts vão receber fundos que ascendem a 2,75 milhões de dólares (2,27 milhões de euros) distribuídos pelo MOVA para dar serviços essenciais a pessoas que necessitam de apoio habitacional até 30 de Junho de 2021.

  “As agências que recebem financiamento estão numa posição única para apoiar as populações sobreviventes a aceder a habitações seguras através das suas fortes relações com o governo estadual e com as comunidades que servem”, sustentou a MAPS no comunicado.

  O director executivo do MOVA, Liam Lowney, afirmou que a pandemia “tem aumentado o isolamento e o sofrimento económico, forçando muitas vítimas afetadas pela violência a perderem as suas casas”.

  “Garantir que os sobreviventes de crimes tenham um teto seguro é fundamental para a saúde e segurança deles e das suas famílias”, declarou Liam Lowney.

  A moratória sobre despejos e execuções hipotecárias em Massachusetts, adoptada devido à pandemia de covid-19, expirou a 17 de Outubro de 2020.

  Segundo a MAPS “este financiamento específico é essencial para proteger contra a deslocação, perda de habitações, e desalojamento das vítimas de crime”.