onselheira da Embaixada, Ana e Brito Maneira reuniu com líderes de colectividades e instituições

0
57
Conselheira da Embaixada, Ana e Brito Maneira reuniu com líderes de colectividades e instituições Portuguesas de Pretória

Para uma troca de impressões, com os presidentes das colectividades e instituições lusas de Pretória, a conselheira da embaixada de Portugal na África do Sul, dra. Ana e Brito Maneira reuniu na manhã da sexta-feira,  25 de Abril, na chancelaria da nossa embaixada com  líderes associativos, a que estiveram presentes, pela ACPP, Américo Pimentel; pela Casa Social da Madeira, Samuel da Silva; pela Casa do Benfica, Lino Faria, pelo Club Sport Marítimo, o comendador Ivo de Sousa; pelos “Lusíadas”, Paula de Castro; perla Liga da Mulher Portuguesa, a comendadora Manuela Rosa e Ma-nuela Calado; e pela Igreja de Santa Maria dos Portugueses, Virgílio da Silva.

O objectivo principal deste encontro, quanto a nós muito importante e digno dos maiores elogios, visava unir e envolver a comunidade de forma mais directa e colectiva na celebração do “Dia de Portugal”, para que os festejos tenham o maior brilho possível, se bem que algo tarde para os que se aproximam, mas a pensar, e nisso já é muito positivo, nos que se seguirão.

 A todos dando a palavra, de forma a cada um poder expressar o seu ponto de vista, e a seu ver o que deveria ser feito para se repetirem sucessos do passado, como é de-sejo da dra. Ana e Brito Maneira, a todos prometendo por seu lado a maior colaboração possível, e disponibilizando-se para o que for necessário da sua parte, desde que seja para enaltecer o nome de Portugal, e particularmente neste caso a celebração do “Dia Nacional”, o que motivara e dera lugar esta reunião, pelo quem nos apercebemos originada pelo artigo intitulado “Já la vai o tempo em que Pretória dava o exemplo de como se festejava o Dia de Portugal”, publicado na edição do jornal “O Século de Joanesburgo”, de 24 de Março último.

 Com a celebração da efeméride nacional nestes últimos anos a cargo da ACPP, em colaboração com “Os Lusíadas”, e resumida à missa celebrada na igreja de Santa Maria, em memória de todos os portugueses falecidos na África do Sul, seguido de duas romagens para deposição de coroas de flores, uma ao cemitério de Zandfontein, em memória de todos os compatriotas que ali repousam, e outra ao monumento evocativo a Bartolomeu Dias, em Arcádia Park, terminando à noite com o jantar de gala no sa-lão nobre da ACPP, no fundo e devido à escassez de tempo, o que voltará a acontecer no próximo 10 de Junho, salvo e como já fora noticiado actuação de Ana Malhoa, mas pelo menos demonstrada pelos presentes nesta reunião, a vontade de algo mais abrangente poder ser feito no futuro.

 Ficando pela expressão de alguns a ideia de haver em Pretória clubes portugueses a mais, em vez de uma única Casa Portuguesa, e no parecer de outros trazerem-se futuramente para a celebração do Dia de Portugal, artistas que cujo “cachê”, não obrigue a terem que ser praticados preços elevados para suporte das despesas, e com isso dar oportunidade ao maior número de portugueses poderem assistir a esses espectáculos comemorativos do “Dia da Raça”, havendo nisso vantagem para todos, sendo ainda ali alvitrada a ideia da criação de uma escola portuguesa privada, de currículo completo, em vez dos professores terem que se deslocar a diversas es-colas sul-africanas onde são ministradas aulas de portu-guês.

 Dada a vontade de se ouvir a nossa juventude, para se tentar saber o que pretende, e na medida-do-possível evitar, como infelizmente se tem verificado, o seu afastamento das nossas colectividades, foi marcada para as 11h00 de 4 de Maio, nesta mesma chancelaria da nossa embaixada, uma outra reunião, onde além destes mesmos dirigentes as-sociativos, possa assistir também um maior número possível dos nossos jovens, a fim de os auscultar, ver o que eles têm para nos dizer, e tentar atraídos às actividades promovidas pelas nossa associações, a começar já pelos próximos festejos do “Dia de Portugal”.

 Por Paula de Castro e Manuela Rosa foram ali anunciados convívios com os idosos internados no Centro-Dia S. Francisco de Assis, da paróquia de Santa Maria, em Pretória West, pelos Lusíadas a 10 de Maio, e pela Liga da Mulher Portuguesa, no sábado seguinte, dia 17, sendo ainda dado conhecimento do almoço que “Os Lusíadas” têm programado para o dia 25 deste mesmo mês de Maio, no salão da igreja de Santa Maria, para angariação de fundos destinados a ajudar quem mais precisa na comunidade.

 Por sua vez, o presidente do conselho paroquial da igreja de Santa Maria, Virgílio da Silva, deu a conhecer estarem à venda duas vivendas fronteiriças ao lar de idosos da igreja de Santa Maria, e caso o preço seja compatível, poderem ser adquiridas pela paróquia, e com isso alargado o lar de idosos, de maneira a poder albergar mais pessoas, que dado o limite que presentemente pode comportar, terem de ficar algumas que o procuram em lista de espera, sendo com essa finalidade marcada para dias depois uma reunião nessa igreja católica portuguesa, de Pretória West, com várias individualidades da nossa comunidade.

 No final desta reunião, foi por todos os que a ela assistiram, agradecido à conselheira da embaixada, dra. Ana e Brito Maneira, a ideia de ter convocado esta reunião, e se disponibilizar para ajudar no que for necessário, tanto no meio associativo, como noutras actividades da comunidade, por todos considerada de grande importância, coisa que desde que o vice-cônsul Mário Silva se aposentou e foi viver para Vila Nova de Gaia, não se fazia com cariz oficial, dai e com a falta de alguém para a ir

orientando, como aqui era o caso, a comunidade ficar como que à deriva.

 Outro significativo gesto que pelo seu significado não pode deixar de se registar, foi antes de finalizada a reunião, ter entrado nos aposentos onde a mesma decorria, o embaixador dr. Ricoca Freire, para a todos saudar e desejar tudo de melhor, nos assuntos ali debatidos.