Núcleo de Arte e Cultura celebrou 35º aniversário em conjunto com 3º ano do Centro Coração de Maria

0
97

 Ontem, domingo 22 de Julho, celebrou-se durante a tarde um duplo aniversário, o 35 º aniversário do Núcleo de Arte e Cultura (NAC) bem como o terceiro ano de existência do Centro de Dia Coração de Maria, que funciona todas as quintas-feiras nas instalações do NAC. Uma celebração conjunta, que segundo nos relatou o presidente do NAC, Joaquim Coimbra, evitou colisões de datas com as celebrações do Dia de Portugal, Dia da Mãe e outras efemérides.

  A tarde foi aberta por Alfredo Lima, que deu as boas-vindas a todos os presentes, mais de 150 pessoas presentes na tarde de domingo no salão de festas do NAC. Pediu ao Pe Jorge Guerra para dirigir algumas palavras aos presentes e fazer uma oração de Acção de Graças.

 O pároco da Igreja de St. Patrick’s em La Rochelle, Joa-nesburgo subiu ao palco e afirmou que a tarde era de festa. De jubilo e celebração pelo trabalho feito em prol da Comunidade, quer do NAC quer do centro de dia. Pediu que Deus abençoasse todos os responsáveis pelas instituições, que lhes alongasse as forças e motivação para muitos dias vindouros. Rezou-se um “Pai Nosso” e uma “Avé Maria” e o pároco em seguida impôs as mãos sobre todos e conferiu a bênção.

 A sopa foi servida em primei-ro lugar, uma sopa de feijão com vegetais que, segundo descrições em várias mesas, estava uma categoria. O buffet do almoço foi em seguida aberto e consistia de caril de carne de vaca, salada de atum e feijão frade, arroz branco, frango assado e salada verde. De notar que o grupo de cozinheiras dona Ivone e a própria, preparam, como fazem há muito tempo, uma refeição da mais alta qualidade e sabor, sempre de pratos típicos portugueses.

 De referir, que as senhoras da cozinha, sempre vigilantes no buffet, mal as travessas chegavam a meio, repunham mais comida, perguntavam se os convidados estavam a gos-tar e se estava tudo a gosto.

 Após o repasto, Alfredo Lima tornou a subir ao palco para agradecer a presença do Século de Joanesburgo e aos vários patrocinadores, entre eles a Belém, Luísa Câmara e Mirita e os utentes do Centro de Dia.

 Foi depois a vez da intervenção do presidente do NAC, Joaquim Coimbra. “Boa tarde a todos, bem-haja a todos e muito bem-vindos ao NAC ao duplo aniversário, do Núcleo e do Centro de Dia. Como é habitual, quero agradecer a comissão de festas, às senhoras da cozinha e à comissão de festas que mais um ano conseguiu “aguentar o barco”. Sem eles, não seria possível fazer nada e por isso, obrigado a todos. A todos, uma grande salva de palmas. Quero lançar outro apelo, os clubes passam dificuldades, mas sempre que haja um evento, venham para podermos continuar vivos, com as nossas tradições e costumes e com o legado da nossa Comunidade.”

 “Vamos vender rifas, que são duas viagens ida e volta a Portugal ou à Europa, ainda não temos patrocinadores, mas esse é o prémio. Quem quiser contribuir com um patrocínio para este prémio, é muito bem-vindo. Obrigado pela vossa participação, presença e ajuda. A todos, mais uma vez bem-haja”. 

 A seguir, actuou o grupo coral do Centro de Dia Coração de Maria. Mas antes, Joaquim Santos, utente do centro, leu uma carta sobre o centro. As actividades ali desenvolvidas pelos utentes, o convívio semanal e a alegria que dá aos utentes frequentar o Coração de Maria. O coro interpretou vários temas populares portugueses.

 A seguir à actuação, o buffet das sobremesas servidas foi aberto e depois, um dos momentos altos da tarde, a actuação do rancho Troyeville/NAC. Com vários novos membros jovens e crianças, o que dá um novo alento e reforça o rancho.

 Seguiu-se o cantar dos “Parabéns a Você” ao NAC e ao Coração de Maria e o corte do bolo. A tarde concluiu-se com convívio e dança.