Nº recorde de portugueses e luso-descendentes candidata-se às eleições autárquicas sul-africanas

0
35
comunidades

São 10 os portugueses e luso-descendentes que se candidatam às próximas eleições autárquicas sul-africanas marcadas para Agosto. Trata-se de um número recorde. Manny de Freitas, deputado no Parlamento sul-africano  pela Aliança Democrática, dis-se que nas últimas eleições foram nove os candidatos luso-descendentes e os nove foram eleitos vereadores, tendo todos eles se recandidatado novamente.

 Joanesburgo tem cinco candidatos, todos do partido democrático, sendo eles Vasco da Gama, natural da provincia do Limpopo, Suzanne Clarke (Silva, de nascimento) de Joanesburgo, é candidata a ve-readora no círculo eleitoral 83 em Roodekrans, Chris Santa-na, também de Joanesburgo, candidata-se no círculo eleitoral 106, que abrange o distrito de Bryanston e Olivedale no norte de Joanesburgo, Sérgio dos Santos, de Joanesburgo, candidatou-se no círculo eleitoral 54, ao qual pertencem os bairros de Mondeor e Winchester Hills, no sul de Joanesburgo, enquanto Carlos da Rocha, natural do Porto, espera ser reeleito  vereador  no círculo eleitoral 66.

 Nas cidades fora de Joanesburgo, temos o candidato Carlos Rebelo, que espera ser reeleito no círculo eleitoral 28 em Carltonville, Milú Malhou recandidatou-se a vereadora de Emfuleni em Vanderbijlpark, Waynne Agrella espera também ser reeleito como vereador em Midvaal, enquanto Phillip Gomes espera voltar como vereador da área de Sedibeng.

 Como noticiado na nossa edição de 27 de Junho, candidatou-se pela primeira vezpara vereador pelo círculo eleitoral 74, em Hout Bay, na Cidade do Cabo, o luso-descendente Roberto Miguel Quintas, natural de Durban.

 O deputado Manny de Freitas acrescentou: “Estou bastante satisfeito por ver que, de ano para ano, temos mais luso-descendentes envolvidos na política sul-africana, porque há 15 anos atrás eu era o único luso-descendente na política da África do Sul.”

 Manny de Freitas concluiu dizendo que não tem a mínima dúvida que este ano de 2016 teremos 10 vereadores luso-descendentes eleitos pela Aliança Democrática.