Nelson Reis é o novo presidente da Academia do Bacalhau de Joanesburgo

0
61
Nelson Reis

Nelson ReisNo convívio de quinta-feira, no Restaurante Adega, em Bedfordview, realizou-se a anunciada assembleia geral da Academia do Bacalhau de Joanesburgo, convocada pelo presidente honorário Adriano Leão, para apresentação, apreciação e discussão de contas do exercício de 2010/2011 e eleição do presidente da tertúlia para o mandato de 2011/2012.

  Na sua intervenção de abertura, o presidente cessante Rudy Gallego, agradeceu a presença das comadres e compadres, em especial aos convidados participantes. Teve uma palavra de reconhecimento para com o compadre Ivo de Sousa, presidente da Academia do Bacalhau de Pretória, salientando a colaboração interactiva destas duas tertúlias de Gauteng.

  Ao terminar o segundo mandato da sua terceira Presidência da Academia-Mãe, Rudy Galego, ao submeter o Relatório de Contas e Gerência de 29 de Abril a 31 de Janeiro de 2011, enfatisou que “as directivas das Academias para que os fundos angariados se destinem, essencialmente e com isenção a Instituições de Beneficência ou pessoas em situação difícil e de extrema carência, foram respeitadas. Dos fundos angariados foram, durante o período deste relatório, atribuídos 125 mil 180 randes e 46 cêntimos”.

  Referiu também as actividades desenvolvidas, nomeadamente “a participação e colaboração activa no Congresso de 2010 em Paris; a inauguração das Academias de Porto Santo e Setúbal, e, ainda, por razões da exclusiva responsabilidade dos proponentes não foram inauguradas as Academias de Luxemburgo, Londres, Fortaleza e Bragança, como estava programado, ficando por inaugurar a Academia de Perth, na Austrália, cuja abertura oficial está marcada para 5 de Março próximo”.

  Acrescentou também que “os almoços semanais contaram sempre (raro algumas excepções) com um número razoável de presenças. Por cedência do compadre Luís Ferreira, proprietário do Restaurante Adega de Bedfordview, a custo zero está instalado o escritório da Academia-Mãe, onde se realizarão as nossas reuniões”.

AGRADECIMENTO AO “SÉCULO”

  O presidente Rudy Gallego expressou “um agradecimento especial ao Século de Joanesburgo pela frequente, actualizada e quando justificada, extensiva publicação das actividades da nossa Academia”.
  Reiterou igualmente o seu “testemunho de gratidão às comadres, compadres e entidades pelos patrocínios dos almoços ou em contribuições de donativos”.

  A finalizar, agradeceu “a todos que comigo colaboraram, assim como a todos, comadres e compadres, que continuam a participar nos almoços e outras actividades da nossa tertúlia. Neste dia de eleições, desejo à nova Direcção votos de sucesso e que o prestígio da Academia-Mãe se mantenha”.

  Assinala-se ainda que todos os participantes tiveram a oportunidade de consultar os resultados financeiros compilados pelo tesoureiro Vítor Salazar Ferreira, onde se indica que o saldo do exercício anterior (21 de Abril de 2010) foi de 201 mil 888 randes e 61 cêntimos; as receitas da gerência (22/4/2010 a 31/1/2011) totalizaram 350 mil 410 randes e 70 cêntimos, situando-se o balanço das contas bancárias no último dia de Janeiro em 268 mil 796 randes e 67 cêntimos.

NELSON REIS ÚNICO CANDIDATO

  Ao acto eleitoral foi apresentada uma única candidatura, a do compadre Nelson Reis, que, por não haver outro concorrente ao cargo de presidente da Academia-Mãe passou a liderar a tertúlia de Joanesburgo. Na sua breve intervenção ao assumir a presidência, Nelson Reis agradeceu e afirmou que ia fazer o melhor possível para agradar a todos.

  Regista-se que durante o convívio semanal de quinta-feira passada houve intervenções de Rudy Gallego, Adriano Leão, Ivo de Sousa, João Abreu e João Carreira, tendo este mais uma vez alegrado a tarde com uma das suas anedotas.

PRAXE ACADÉMICA

  Em todos os convívios da Academia do Bacalhau de Joanesburgo é designado um compadre para servir de carrasco, que executa as suas funções de praxe com a aplicação de multas.

  Observa-se que no período de 24 de Abril de 2010 a 31 de Janeiro de 2011 foram aplicadas multas no valor de 3 mil e 520 randes, que revertiram para os cofres da Academia-Mãe.